Eis que chega a hora de mais uma adaptação do mundo dos games ir para as telonas do cinema, dessa vez temos o universo de Assassin’s Creed apresentado ao público, mas será que vale a pena? Confira na crítica abaixo:

A trama do filme se passa na Espanha em duas épocas distintas, 2016 e 1492 durante a Inquisição Espanhola. Conhecemos logo no início do filme Aguilar de Nerha durante sua cerimônia de aceitação na ordem dos assassinos em 1492, onde recebe a missão de protejer o príncipe de Granada.
Temos uma breve visita a 1986 onde vemos Callum Lynch (descendente de Aguilar de Nerha) voltando para casa e descobrindo a morte de sua mãe pelas mãos de seu pai, eis que temos a aparição dos Templários chegando ao local para capturar seu pai, que pede para que Callum fuja.

Já em 2016 vemos um Callum crescido e sendo conduzido para a sua execução por injeção letal após ter matado um cafetão em uma briga.
A Dra. Sophia Rikkin fez todas as preparações para que Callum tivesse uma morte falsa e o conduz após a sua “execução” para a sede da Abstergo em Madrid, lá ela revela para Callum que ele é o último descendente de Aguilar e chave para descobrirem onde está a Maçã do Éden, artefato que ela acredita conter a solução para o fim da violência na humanidade.
Para isso ela usa o animus, máquina conhecida por todo jogador da franquia, pois graças a ela o usuário é capaz de reviver suas vidas passadas.

Mas a questão é vale a pena ou não?

Prós:
Os atores e atrizes em minha humilde opinião tem uma atuação convincente e são carismáticos, suas histórias são bem apresentadas, o 3D é decente, os efeitos especiais são muito convincentes, as cenas de luta estão bem coreografadas e existe a esperança para uma continuação para este filme.

Contras:
O filme inteiro parece que foi uma grande apresentação do universo de Assassin’s Creed para o grande público, embora bem explicado ficamos um tempo grande perdidos em explicações de cada objeto e  personagem da história, as cenas de luta embora muito bem coreografadas são curtas e frequentemente interrompidas por cenas sobre como Callum está agindo durante o seu uso do animus, se você espera grandes cenas de escalada e perseguições desista pois maioria do filme se passa fora do animus e por fim eu que sou daqueles tipos chatos que gostam de fidelidade a obra original já aviso ……………….. NÃO ESPEREM UM SALTO DE FÉ DIGNO.

Enfim Assassin’s Creed é um filme que tem que ser visto sem grandes expectativas, veja com a consciência que está sendo apresentado a novos personagens e que terá que ver a explicação de toda a história que você conhece só que remodelada.
De 0 a 10 eu daria 6.

Assassin’s Creed estréia dia 12 de Janeiro de 2017 nos cinemas nacionais.