Quando o trailer de anúncio do jogo Horizon Zero Dawn foi exibido na E3 2015, a internet foi á loucura. Gráficos incríveis, história promissora e elementos de jogabilidade que chamaram a atenção, fizeram o jogo ganhar vários prêmios, com destaque para “Melhor Jogo Original”, atribuído pelo painel de juízes da Game Critics Awards.

Mas agora a espera está chegando ao fim, a estréia do game exclusivo de PS4 está marcada para 01 de março na Europa e 28 de março nos EUA. Ei, esqueceram de nós aqui? 🙁

O pessoal do site português de entretenimento Rubber Chicken foi convidado pela Playstation Portugal para ir a Madrid testar o jogo bem antes do lançamento. Não podia ser diferente… só elogios. Eles fizeram um review muito legal sobre o jogo que pode ser conferido na íntegra aqui.

Pegamos as melhores partes do review e alguns vídeos para mostrar a vocês como está a versão final desse ótimo game que está prestes a ser lançado. Enjoy! 😀

“Em Horizon Zero Dawn, a civilização como a conhecemos morreu. Um gigantesco “apagão” deixou tudo às escuras, e com o tempo edifícios e monumentos começaram a ficar cobertos por vegetação, o que nos fez recuar a tempos primitivos. Esta mudança obrigou a civilização a mudar, a também ela tornar-se primitiva, utilizando os escombros metálicos para a construção de armas e utensílios. Mas algo estranho navega em nosso redor, algo que, dados os acontecimentos do passado, não deveria existir. Contrastando com os campos verdejantes encontram-se as máquinas, criaturas mecânicas que governam estas terras, imponentes seres de portes e figuras animalescas que guardam o segredo da cultura de outrora, a chave de tudo.”

“Desde aí vemos a relação parental entre Rost e claro, Aloy, a protagonista que iremos guiar ao longo desta aventura. Começamos por jogar e explorar o mundo com Aloy ainda em criança, (momento que me remeteu a Uncharted 3 e o jovem Nathan Drake). Vemos o porquê da sua curiosidade pelas máquinas que vagueiam os verdejantes planos, o porquê de possuir aptidões de caça, isto tudo enquanto vamos aprendendo todas as técnicas necessárias para sobreviver. O jogo progride e a protagonista chega à idade adulta, pronta para procurar o que tanto quer saber.”