Bom, ultimamente se tratando de produções originais NETFLIX, a ideia já concebida é que boas ou ótimas coisas virão.

Aí você imagina uma produção original NETFLIX, recheada de atores famosos:

  • Adam Sandler, Terry Crews, Jorge Garcia,Taylor Lautner,Rob Schneider,Luke Wilson,Will Forte,Steve Zahn,Harvey Keitel,Jon Lovitz,Whitney Cummings,David Spade,Danny Trejo, DANNY TREJO “MEN”.

Teria como dar errado?! A resposta é, em partes!

ridiculous-six-sandler-netflix-300x167 Crítica - The Ridiculous 6
The Ridiculous Six

Apesar do elenco repleto de nomes de peso, que conta ainda com aparições de Will Forte, Harvey Keitel, David Spade, Steve Buscemi, John Turturro, entre outros, o longa para por aí. Com um fraco roteiro que conta apenas com piadas escatológicas ou preconceituosas, The Ridiculous 6 é o primeiro de quatro filmes fruto da parceria do canal de streaming com a Happy Madison, produtora de Sandler, mas chega no compasso errado – o oposto do que o serviço pregava até então com produções originais como Orange is the New Black, Sense8 e Jessica Jones.

Criado como um nativo-americano sob a alcunha de “Faca Branca”, Tommy Stockburn (Sandler) descobre seu verdadeiro pai, o lendário bandido Frank Stockburn, que esconde um tesouro e logo é capturado por outros bandidos. Na tentativa de salvá-lo, ele encontra seus cinco “meio-irmãos” Chico (Terry Crews), Herm (Jorge Garcia), Lil’ Pete (Taylor Lautner), Ramon (Rob Schneider) e Danny (Luke Wilson) e formam um grupo de busca. Ah, e a cada “encontro” de um dos irmãos, o preguiçoso roteiro faz questão de explicar toda a história de novo e de novo para que o espectador médio de filmes do Sandler realmente compreenda o que está acontecendo: eles precisam salvar o pai bandido, caso ainda não tenha ficado claro.

O filme em alguns momentos lhe arranca umas “risadas” por lembrar algo pastelão. Não dá pra dizer que o filme não tem seus momentos legais, mas na construção de uma comédia com tantos bons atores, ele simplesmente fracassa.

O problema é que o filme não constroi uma só esquete ou gag cômica que funcione, limitando-se a cuspir na tela a insensibilidade de seus realizadores com tudo aquilo que é diferente do homem branco que estampa o cartaz, num road movie que sai de lugar algum em direção a lugar nenhum e resulta nesta porcaria digital sem precedentes.

The Ridiculous é um filme ridículo, cansativo, uma comédia sem graça, totalmente à quem do que a NETFLIX é capaz.