O primeiro longa metragem paralelo da saga Star Wars irá exibir acontecimentos apenas relatados nos filmes anteriores — como já sabemos, a trama de Rogue One se situa em algum momento entre os Episódios III e IV e gira em torno da equipe de rebeldes que rouba os planos da primeira Estrela da Morte.

Jyn Erso é a líder de um time especial reunido pela Aliança Rebelde antes da Batalha de Yavin (o ápice de Episódio IV). Como a sinopse já havia revelado — e o trailer confirma –, Jyn é o elemento crucial na obtenção de informações sobre uma nova arma secreta do Império Galáctico comandado pelo Imperador Palpatine e seu braço direito, Darth Vader.

O primeiro trailer mostra Jyn sendo presa por falsificação de documentos, posse de propriedade roubada, agressão com agravantes e resistência à prisão. Mon Mothma, a líder da Aliança Rebelde, recebe a “criminosa” em um local bastante familiar para os fãs: a sala de controle da base rebelde na lua Yavin IV, vista anteriormente nas sequências finais de Star Wars: Episódio IV.

A própria Mothma nos dá mais pistas da origem de Jyn Erso: “Sozinha desde os 15 anos, imprudente, agressiva e indisciplinada”, ela diz, antes de lhe oferecer uma missão especial (provavelmente em troca da absolvição por seus crimes): localizar um grande teste de uma arma que está sendo desenvolvida secretamente, além de descobrir como ela deve ser destruída. Como dá para imaginar, Jyn aceita o desafio.

Neste ponto, a ideia que se tinha era que Jyn era órfã (seria MAIS UMA órfã em Star Wars), o que foi desmentido no trailer final, que faz a ligação entra ela e seu Pai, que no filme será Galen Erso (Mads Mikkelsen) possivelmente o cientista responsável pela criação de uma coisa “linda” para o universo. Tudo indica que seja a Estrela da Morte, não?

madsmikkelsen-ageofuprising-1024x489 Especial Star Wars Rogue One – Quem é Jyn Erso?

Ao que pudemos conferir nos trailers, Jyn também é habilidosa no combate corpo a corpo, ela também é vista atirando com um rifle BlasTech E-11 exclusivo dos stormtroopers — além de usar um traje imperial na última cena do trailer. “Eu me rebelo”, ela afirma sobre si própria, deixando claro que os fãs de Star Wars já podem contar com uma nova heroína além de Rey para idolatrar.

Jyn se torna uma sargento da Aliança, e fará parte do Esquadrão Rogue, que dá nome ao filme, e se envolverá no roubo dos planos do que os rebeldes mais tarde descobririam como sendo a Estrela da Morte, uma estação de batalha capaz de destruir planetas inteiros. Tal operação acabaria por resultar na destruição da estação na Batalha de Yavin.

giphy Especial Star Wars Rogue One – Quem é Jyn Erso?
Girl Power

Mas, muito mais que um líder e possível heroína, Jyn vem reforçar e muito a importância das mulheres no universo Star Wars. Fato já existente desde a Princesa Léia e Padmé Amidala, mas não tão bem retratado como a Rey foi no Episódio VII e Jyn será agora!

Fiquem ligados nos próximos especiais Star Wars, aqui no site e no blog da Imaginarium!

Star Wars – Rogue One tem estreia marcada pra 15 de Dezembro.