Pegar a passagem, o óculos escuro e não esquecer a câmera fotográfica ~hoje em dia o celular~para fazer a melhor viagem da sua vida. Um sonho para qualquer um, não é?

Falando em viagem, o Mark, personagem principal de “A Mais Pura Verdade”, já está pronto para fazer a sua. Vamos descobrir para onde ele vai?

TÍTULO: A MAIS PURA VERDADE
NOME ORIGINAL: THE HONEST TRUTH
AUTOR: DAN GEMEINHART
EDITORA: NOVO CONCEITO
ANO: 2015
Nº DE PÁGINAS: 220

SINOPSE: Mark é uma garoto que apresenta uma doença terminal, e sabendo da possibilidade de morrer, deseja realizar o que sempre sonhou: escalar uma montanha, necessariamente o monte Rainier. Decidido, Mark pega as passagens de trem – só de ida -, o seus remédios e sua câmera fotográfica e sai na companhia de seu melhor amigo, seu cachorro chamado Beau, em busca da maior aventura de sua vida.

Uma aventura e tanto! É com esse ritmo que o iniciante Dan Gemeinahart dá inicio a sua trama criativa e bastante envolvente, que permite ao leitor uma leitura fluída e bastante direta, onde é impossível não se apegar aos personagens e toda história.

Comecei escrevendo sobre a escrita do autor, pois tenho muito a falar sobre sua trama, inclusive sobre o  uso de clichês e alguns fatos surreais que acontecem aos personagens principais. Sim, o uso de clichês em um livro que poderia ser além de criativo, original.

No início o leitor não é informado sobre a doença do Mark, porém não é difícil de adivinhar. Após a revelação, veio a primeira decepção. Particularmente, me cansei de tramas que envolvam doenças terminais, inclusive a “mais famosa”, pois vem se tornando algo repetitivo. O autor poderia ter explorado outro tipo de doença, o que tornaria o livro mais interessante.

Que o Dan exagerou um pouco em relação aos fatos que ocorrem com Mark e o seu cachorro, Beau, isso é a mais pura verdade. Muitas coisas poderiam ocorrer à uma criança doente viajando sozinha, que está sem uma alimentação correta, não dorme direito e ainda passa por tempestades. Porém, o exagero não diminui a qualidade da obra do autor, que nos tenta passar a mensagem que tudo tem reviravoltas.

Algo que achei genial foi a construção dos capítulos, alternados entre os vividos por Mark, narrado em primeira pessoa, e a segunda parte desses capítulos, que envolve a família do garoto e a melhor amiga dele, Jess, narrado em terceira pessoa. Além disso, a edição de capa e contracapa estão demais. Olha só:

2015-12-06-04.30.03-1-300x300 [RESENHA] A Mais Pura Verdade, de Dan Gemeinhart

 

2015-12-07-08.33.49-2-300x300 [RESENHA] A Mais Pura Verdade, de Dan Gemeinhart

“A Mais Pura Verdade” é um livro capaz de fazer o leitor chorar, não só com o desfecho da trama, como também com a força de vontade que o Mark nos passa, de ter um cachorro como Beau <3 e a linda amizade da Jess. Mesmo com alguns clichês, a trama do iniciante Dan Gemeinhart não deixou de ser original, leve, direta e com um final genial. Uma ótima leitura para essas férias, não é mesmo?

cats1-300x99 [RESENHA] A Mais Pura Verdade, de Dan Gemeinhart