ter, 27 setembro 2022

21º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro terá apresentação de Camila Pitanga e Silvero Pereira

Publicidade

A Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais está em festa. Em sua 21ª edição, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro comemora a tão aguardada volta ao formato presencial e, também, o retorno ao Rio de Janeiro, depois de três anos em São Paulo. No dia 10 de agosto, a partir das 20h, a Cidade das Artes será mais uma vez palco do evento, que reúne anualmente centenas de realizadores, atores e profissionais do setor na maior premiação do audiovisual do país. Com apresentação de Camila Pitanga e Silvero Pereira, que também fará os números musicais, direção de Batman Zavareze e roteiro de Bebeto Abrantes, a cerimônia será transmitida ao vivo para todo o país pelo canal da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais no Youtube e pelo Canal Brasil. O sinal também estará aberto para não assinantes no GloboPlay.

Foto: Divulgação/Bruna Castanheira / Famosos e Celebridades

Ao todo serão anunciados 32 prêmios, em quatro grandes categorias: longa-metragem, curta-metragem e séries independentes brasileiras, escolhidos pelo amplo júri formado por profissionais associados à Academia Brasileira de Cinema. Além disso, os indicados nas categorias Melhor Longa-Metragem Ficção, Melhor Longa-Metragem Documentário e Melhor Longa-Metragem Comédia concorrem ao disputado prêmio de Melhor Filme pelo Júri Popular. A votação está aberta no site da Academia e vai até o dia 9 de agosto. Como é tradição, a abertura dos envelopes com os vencedores será ao vivo, auditada pela PwC Brasil.

“O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro deste ano será, definitivamente, especial. Será uma festa para celebrar o reencontro com todos que fazem cinema e audiovisual brasileiro independente. Mais importante do que ganhar o prêmio é festejarmos que continuamos de pé e mais fortes do que nunca. Viva o cinema brasileiro! Sempre!”, afirma Renata Almeida Magalhães.

Publicidade

Neste ano, a Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais faz uma homenagem coletiva às mulheres produtoras de cinema, além de celebrar os 60 anos do filme “O Pagador de Promessas”. Baseado na peça teatral homônima do dramaturgo Dias Gomes, produzido por Oswaldo Massaini (1919-1994) e dirigido por Anselmo Duarte (1920-2009), é até hoje o único longa-metragem brasileiro a conquistar a Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 1962, há 60 anos.

“A nossa cidade depende muito da cultura, que constrói a história e a identidade do Rio de Janeiro. É uma alegria ter de volta o Grande Prêmio à cidade. Isso vai ajudar a fortalecer o setor e o Rio vai voltar a assumir esse protagonismo”, afirma Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro.
 

A 21ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro é uma realização da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais. Este ano o Prêmio conta com o Apoio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública (SEGOVI) e da RioFilme.

“O Rio de Janeiro é a capital do audiovisual brasileiro. Grande parte das cenas mais marcantes do cinema nacional têm o Rio de Janeiro como cenário. Além de seu papel fundamental na construção de nossa identidade, o setor audiovisual é imprescindível para a geração de emprego e renda. Realizar esta edição do Grande Prêmio em nosso município é, mais uma vez, reforçar o compromisso da Prefeitura do Rio com o retorno do fomento e das políticas públicas voltadas à cultura, este tema tão caro ao nosso país”, destaca Marcelo Calero, secretário de Governo e Integridade Pública do Rio.

“Estamos muito felizes que a RioFilme possa ter contribuído para que o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro volte para casa. É muito importante que um evento, com a importância que o GP tem para o setor, aconteça no Rio de Janeiro. A RioFilme está empenhada e trabalhando para que o Rio seja a Capital do Audiovisual, e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro é um parceiro importante para que atinjamos esse objetivo!”, diz Eduardo Figueira, diretor presidente da RioFilme.

FINALISTAS DO GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO 2022

Publicidade

A lista de finalistas de 2022 reúne mais de 200 profissionais indicados, 17 longas-metragens brasileiros (05 de ficção, 05 documentários, 05 comédias, 02 infantis, 01 de animação) e 10 longas estrangeiros (05 internacionais e 05 ibero-americanos). Ao todo, este ano também estão na disputa 15 curtas brasileiros (05 de ficção, 05 documentários e 05 de animação); e 18 séries (04 de animação para TV paga/OTT, 05 documentários para TV paga/OTT, 06 de ficção TV paga/OTT, 03 de ficção TV aberta).

Publicidade

Newsletter

Destaque

Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe um comentário