ter, 6 dezembro 2022

A Mãe | Filme premiado em Vitória e Gramado ganha data de estreia nos cinemas; Confira!

Publicidade

Grande Vencedor do 29º Festival de Cinema de Vitória, que terminou no domingo passado, A MÃE chega aos cinemas em 10 de novembro. Além do prêmio de Melhor Filme, para os juris oficial, popular e crítica, o longa também levou Melhor Diretor, para Cristiano Burlan, Melhor Interpretação, para Marcélia Cartaxo, Melhor Fotografia, para André S. Brandão.

No mês passado, na Mostra Competitiva do Festival de Gramado, o filme recebeu os Kikitos de Melhor Atriz, para Marcélia; Melhor Direção para Burlan; e Melhor Desenho de Som, para Ricardo Zollmer.

Roteirizado por Burlan e Ana Carolina Marinho, o longa tem ao centro Maria (Marcélia), uma mulher que procura seu filho que pode ter sido assassinado por policiais militares durante uma ação na vila onde moram, que embarca numa jornada em busca desse filho.

Publicidade

Para o encontrar,  precisa enfrentar a burocracia opressora das grandes metrópoles para poder vê-lo uma última vez. Assim, A MÃE coloca o foco em outro elemento afetado pelo genocídio sistemático nas periferias brasileiras: como ficam as matriarcas que perdem seus filhos e filhas?

Burlan conta que desde o início do projeto teve Marcélia como o rosto de Maria. “Um rosto que reflete a dureza da vida, mas também sua inocência e compaixão.” Além dela, o filme conta também com Helena Ignez, Henrique Zanoni, Ana Carolina Marinho, Kiko Marques, Hélio Cícero, Mawusi Tulani, Che Mois, Tuna Dwek, Carlos Meceni, entre outros.

O longa foi rodado em São Paulo, no começo de 2020,  com locações no centro de São Paulo e no Jardim Romano. O filme dá continuidade ao trabalho desenvolvido pelo, com documentários e ficções, que visam trazer humanidade para as populações periféricas.

Meu irmão foi assassinado pela polícia em 2001. Dois anos depois, fiz o documentário ‘MATARAM MEU IRMÃO’. Em 2012, minha mãe foi morta pelo namorado e em 2017 fiz ‘ELEGIA DE UM CRIME’. Minha história não é uma exceção. A impunidade, o preconceito, a desigualdade, a mídia e os governos transformam essas vidas em números. Mas por trás das estatísticas existem irmãos, amigos, mães e filhos”, diz Burlan.

A produção do longa é assinada pela Bela Filmes, e o longa tem coprodução da Filmes da Garoa e Cup Filmes. A distribuição é da Cup Filmes. O longa fez sua estreia mundial no Festival de Málaga, em março passado.

A MÃE será lançado no Brasil pela Cup Filmes, e codistribuído pela Spcine, Secretaria Municipal de Cultura São Paulo.

Publicidade

Destaque

Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: hiccaro.rodrigues@estacaonerd.com

Deixe um comentário