A Very British Scandal | Minissérie estrelada por Paul Bettany ganha as primeiras imagens; Veja!

Veja nossos últimos stories

A Amazon Studios divulgou as primeiras imagens de A Very British Scandal, minissérie protagonizada por Claire Foy e Paul Bettany. Confira:

A minissérie irá retratar o divórcio entre Ian (Bettany) e Margaret Campbell (Foy), respectivamente o 11º Duque e a Duquesa de Argyll, ocorrido nos anos 60 no Reino Unido. Conhecida por seu carisma e elegância, Margaret dominou as primeiras páginas dos tabloides britânicos por conta de seu divórcio, com direito a acusações de falsificação de documentos, roubo, violência doméstica, uso de drogas, suborno, entre outras. Margaret manteve a cabeça erguida com bravura e resiliência, recusando-se a ficar em silêncio enquanto era traída por seus amigos e publicamente envergonhada por uma sociedade que se deleitava com sua queda em desgraça. Ao retratar o escândalo, a trama propõe discutir o clima social e político da Grã-Bretanha do pós-guerra, observando as atitudes em relação às mulheres e questionando se a misoginia institucional era generalizada na época.

O elenco conta ainda com Julia Davis, Amanda Drew, Richard McCabe, Phoebe Nicholls, Camilla Rutherford, Timothy Renouf, Sophia Myles, Sophie Ward, Tim Steed, Katherine Manners, Richard Goulding, Jonathan Aris e Miles Jupp.

A série é dirigida por Anne Sewitsky (“Sonja”) e terá roteiro de Sarah Phelps, tendo apenas três episódios.

No Brasil a produção segue sem data de estreia definida no Prime Video.

Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Casa Gucci – Confira a crítica do filme, por André Guerra Casa Gucci – Confira a crítica do filme La Casa de Papel 5 – Confira o título dos episódios finais Os 10 grandes lançamentos da Netflix em Dezembro de 2021 Gavião Arqueiro – Confira os easter eggs dos primeiros episódios Contos do Amanhã – Confira a crítica do filme