sáb, 1 outubro 2022

Carvão | Filme selecionado para Toronto e San Sebastian inicia campanha ao Oscar

Publicidade

Dirigido e escrito por Carolina Markowicz, CARVÃO, começará sua carreira internacional no próximo mês. Sua première mundial será na principal mostra competitiva do Festival Internacional de Toronto (08 a 18 de setembro), e depois, será exibido no Festival de Cinema de San Sebastian (16 a 24 de setembro). O filme está entre os inscritos para disputar a vaga para representar o Brasil no Oscar 2023, na categoria Melhor Filme em Língua Estrangeira, e caso seja o escolhido já poderá começar sua campanha internacional durante os Festivais.

CARVÃO é produzido pela Superfilmes, e coproduzido pela Biônica Filmes e pela argentina Ajimolido, o longa será lançado nos cinemas pela Pandora Filmes. O representante internacional do filme é a Urban, (mesma sale dos filmes Plan 75 –premiere em Cannes 2022, e La Civil de Cannes 2021).

No filme, Maeve Jinkings (O Som  ao Redor, Boi Neon e Aquarius) interpreta Irene que, com seu marido, Jairo (Romulo Braga), tem uma pequena carvoaria no quintal de casa, numa cidade do interior. Eles têm um filho pequeno, Jean (Jean Costa), e o pai dela não sai mais da cama, não fala, não ouve.

Publicidade

Tudo muda quando decidem hospedar em sua casa, em troca de uma boa quantidade em dinheiro, um estrangeiro misterioso, interpretado pelo argentino César Bordón (Relatos Selvagens e Mulher sem Cabeça). A chegada do homem, um sujeito pouco simpático que não fala português, transforma, não necessariamente para melhor, a dinâmica da vida da família de Irene, além de os colocar risco, a ponto dela pensar se aquilo tudo vale a pena. O elenco também conta com Camila Márdila (Que Horas ela Volta?) e Aline Marta.

A cineasta, que faz parte da Academia do Oscar desde 2021, já é conhecida do Festival de Toronto, no qual exibiu três curtas: “O órfão”(2018), “Namoro à distância” (2017) e “Edifício Tatuapé Mahal” (2014). Além disso, ela também participou do TIFF Filmmaker Lab, em 2015.

CARVÃO, por sua vez, chega com a bagagem de ter participado de diversos laboratórios, e contar com parceiros internacionais: Ibemedia, Cinemart, Australab, Cine en Construcción, First Cut e First Cut +.

Além disso, neste ano, o filme foi o vencedor do CICAE (distribuidores de cinema de arte europeu) awards, no Cine en Construcción Toulouse 2022, concedido a filmes na fase de pós-produção. Na justificativa do prêmio, o júri ressaltou a originalidade da história, além do trabalho de direção, e um alto potencial de público.

A diretora explica que, com o filme, pretende fazer um retrato do Brasil contemporâneo cada vez mais anestesiado diante dos absurdos. Rodado em Joanópolis, interior de São Paulo, Markowicz explica que a trama se situa num mundo retrógrado e conservador.

A equipe artística de CARVÃO conta direção de fotografia de Pepe Mendes (“O Órfão”); direção de arte de Marines Mencio (“Meu nome é Bagdá”) e Natalia Krieger (“Um loiro”); montagem do argentino Lautaro Colace (“Esto no es un golpe”); figurino assinado por Gabi Pinesso (“O Órfão”); e a trilha sonora é de Filipe Derado (“O Órfão”) e do argentino Alejandro Kauderer (“Minha obra-prima”).

Publicidade

Newsletter

Destaque

Paddington | Curta para comemorar Jubileu da rainha é lançado no Youtube; Assista!

Paddington e a Elizabeth II se uniram em um curta-metragem....

Crítica | Vai Dar Nada

Estreia nesta quarta no streaming do Paramount+, Vai Dar...

Crítica em vídeo | A Mulher Rei

Já está em cartaz desde o dia 22 de...

Crítica | Moonage Daydream

Qual é a sua primeira lembrança de David Bowie?...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe um comentário