qui, 6 outubro 2022

CCXP Worlds | Alice Braga e Gabriel Leone falam sobre o filme Eduardo e Mônica

Publicidade

Em entrevista no painel do filme na CCXP Words, Alice Braga e Gabriel Leone falaram sobre suas relações com a Legião Urbana, que são as mesmas de diversos brasileiros. “Tenho uma relação muito linda com a música Eduardo e Mônica, muito afetuosa. Eu era muito nova quando ouvi pela primeira vez e quem me colocou pra ouvir foi o Jorge Furtado, um grande diretor e roteirista. Então já tenho um carinho por causa disso. Sempre acompanhei as músicas da Legião porque sou muito fã do Renato como poeta e escritor”, explica Alice Braga, que dá vida à Mônica.

Já a relação de Leone é ainda mais profunda, já que o gosto pelas músicas da Legião foi transmitido pelos seus pais. “Desde muito novo eu escuto Legião Urbana, sou muito fã. Eu digo que o Renato Russo é um dos meus poetas favoritos, além da banda inteira. Então pra mim foi muito especial poder dar vida a um personagem que saiu da cabeça, da alma do Renato”.

Mas claro que há muitos desafios em levar uma história tão amada para as telas. Eduardo e Mônica fazem parte do imaginário de vários brasileiros e também geram uma identificação única por serem opostos que se atraem. Para Braga, esse é um dos pontos mais importantes trabalhados no filme. “Tentamos muito fazer essa relação ser verdadeira, neste lugar de como um complementa o outro. De como a diferença entre eles é o que os potencializa, e não ser a ruptura entre eles. Acho que atualmente isso é muito importante. O filme vai ser lançado em um momento em que as pessoas estão precisando de um encontro assim”. Para ela, as músicas de Renato Russo são muito humanas e por isso possibilitam adaptações dessa forma. “Uma coisa que eu estou louca que as pessoas vejam, foi a leveza desse personagem, desse amor, dessa união desse casal. Gab e eu percebemos que estávamos fazendo quase o mesmo personagem, porque ela não existe sem ele e ele não existe sem ela. Então ficamos muito conectados para poder fazer esse amor ser verdadeiro”.

Publicidade

O diretor René Sampaio afirma que o longa recebeu diversas propostas para ir para o streaming – algumas quase irrecusáveis – mas que a ideia é realmente guardá-lo para ser lançado na telona. “Primeiro: fizemos o filme pensando em ir para o cinema, então queremos lançar no cinema. Mas principalmente porque é um filme-evento, pra você levar a família, para celebrar em conjunto, para ter uma catarse coletiva e feito para a tela grande. Acho que o filme merece a chance e o público merece a chance de ver o filme na tela grande”, encerra.

Eduardo e Mônica foi adiado e não possui data de estreia definida.

Acompanhe nossa cobertura da CCXP Worlds, nas nossas redes sociais.

Publicidade

Newsletter

Destaque

Crítica | Vai Dar Nada

Estreia nesta quarta no streaming do Paramount+, Vai Dar...

Paddington | Curta para comemorar Jubileu da rainha é lançado no Youtube; Assista!

Paddington e a Elizabeth II se uniram em um curta-metragem....

Crítica | Eike – Tudo ou Nada

Eike Fuhrken Batista da Silva, tão conhecido somente por...

HyperX cria cidade gamer na Brasil Game Show 2022

HyperX cria cidade gamer na Brasil Game Show 2022 com...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe um comentário