Começam as filmagens de ‘O Livro dos Prazeres’ dirigido por Marcela Lordy

Primeiro longa de ficção da diretora Marcela Lordy, “O Livro dos Prazeres” é uma livre adaptação da obra “Uma Aprendizagem ou Livro dos Prazeres”, de Clarice Lispector, uma das mais importantes escritoras em língua portuguesa do século XX. Uma coprodução Brasil-Argentina, entre bigBonsai, Cinematográfica Marcela, República Pureza, Rizoma Films e Canal Brasil, o filme traz para os tempos atuais a narrativa do livro publicado em 1969. 


O Livro dos Prazeres’ acompanha Lóri (Simone Spoladore), uma professora que vive a monotonia de uma rotina de trabalho e relacionamentos furtivos até que conhece Ulisses (Javier Drolas), um professor de filosofia argentino, egocêntrico e provocador. É com ele que Lóri aprende a amar enfrentando sua própria solidão. Uma jornada de investigação íntima e quebra de padrões, numa trajetória só possível pelo encontro, troca e aprendizado entre os dois. 

O Livro dos Prazeres” é um romance erótico sobre o ponto de vista de uma mulher contemporânea em busca de conexões afetivas reais”, coloca a diretora Marcela Lordy. “O filme surgiu da vontade de olhar mais de perto a velocidade com que as relações afetivas se formam e se desfazem nos dias de hoje. Estava morando sozinha pela primeira vez quando me deparei com Lóri e seus desafios existenciais da maturidade. Ao ler o livro, senti que havia algo sagrado ali sobre o amor que precisava ser resgatado”, completa.  



“Embora escrito em 1969, esta história tem hoje um grande apelo, por ser tratar do aprendizado do amor, da lenta iniciação de uma mulher e seu amado, numa crescente onda de erotismo, quando justamente ninguém mais tem paciência para o tempo do outro e vivem-se amores supérfluos, líquidos”, explica a diretora.  

No “O Livro dos Prazeres” acompanhamos Lóri em sua descoberta de si, do outro e do mundo. Um cinema da normalidade, das coisas não-extraordinárias, propondo, no entanto, um olhar extraordinário sobre o cotidiano. É preciso que ela se descubra plena para enfim reconhecer o prazer de estar com o outro e viver um amor elevado a um nível mais humano, consciente e individual. Apresentamos a possibilidade de uma relação amorosa estável desconstruindo o mito do amor romântico no qual a obrigação de fazer o outro feliz sai do cônjuge e vai para o indivíduo e suas escolhas.  

No momento em que o cinema brasileiro vive um processo de desmonte e asfixia de recursos, o filme começa a ser rodado em maio, no Rio de Janeiro, – em locações presentes no livro como a orla da praia do Leme, o MAM e a Floresta da Tijuca, – e já se torna resistência no cinema autoral. Desde a primeira versão do roteiro, o papel de Lóri já era da atriz Simone Spoladore, com quem a diretora trabalhou anteriormente no telefilme A Musa Impassível e no curta metragem Sonhos de Lulu. Já o ator argentino Javier Drolas entrou no projeto por seu talento, charme incontestável e pelo fato do “O Livro dos Prazeres” ser uma coprodução com a Argentina.  

Com roteiro da também argentina Josefina Trotta em parceria com a própria diretora Marcela Lordy e com produção de Deborah Osborn, “O Livro dos Prazeres” conta também com a produção executiva de Marcello Maia e Camila Nunes, fotografia de Mauro Pinheiro, direção de arte de Iolanda Teixeira, montagem da argentina Rosário Suárez e trilha sonora original de Edson Secco. O longa tem participação especial da artista plástica Letícia Ramos criando os intertítulos do filme, do fotógrafo Wladimir Fontes como still e do designer Júlio Dui na criação da identidade visual.  A distribuição no Brasil é da Vitrine Filmes.  

FICHA TÉCNICA

Direção: Marcela Lordy

Roteiro: Marcela Lordy e Josefina Trotta

Empresas Produtoras: bigBonsai, Cinematográfica Marcela, República Pureza e Rizoma Films

Produção: Deborah Osborn, Felipe Briso e Gilberto Topczewski

Coprodução: Hernán Musaluppi, Natacha Cervi e Marcello Maia

Produção Executiva: Camila Nunes, Marcello Maia e Rocío Scenna

Direção de Fotografia: Mauro Pinheiro Jr, ABC

Direção de Arte: Iolanda Teixeira

Trilha sonora original: Edson Secco

Direção de Som: Federico Billordo

Montagem: Rosario Suárez

Coprodução: Canal Brasil

Distribuição: Vitrine Filmes  

Elenco: Simone Spoladore, Javier Drolas, Martha Nowill, Felipe Rocha, Gabriel Stauffer e Theo Almeida

Participação Especial: Leandra Leal, Fernanda Chicolet, Ana Carbatti e Bruce Gomlevsky 

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

SE LIGA

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...

Os filmes mais esperados de 2019

Primeiro dia do ano, mas já tem gente fazendo planos futuros pras estreias que acontecerão no cinema. Algumas delas, aguardadas desde 2018! Confira nossa lista...