Missão difícil, na semana dos dias dos namorados fazer uma critica de uma comédia romântica que pesa a mão no drama. Como eu era antes de você (2016) dirigido por Thea Sharrock é um filme que embala o espectador com momentos leves e belas cenas ambientando uma pequena e charmosa cidade inglesa.

O filme que é uma adaptação do romance homônimo – escrito por Jojo Moyes que também assina o roteiro  – e conta a história do jovem Will Traynor (Sam Clafin) que após um acidente de transito que paralisou seus movimentos vê uma nova luz e cor na vida ao conhecer Lou (Emilia Clarke), a atrapalhada e bondosa cuidadora que sua mãe, Camila (Janet McTeer) contratou. Para quem está acostumada com Daenerys (Game of Thrones) e Sarah Connor (O Exterminador do Futuro: Gênesis), ver Emilia Clarke fazendo uma jovem mulher doce e em alguns momentos até infantil surpreende ao mostrar a desenvoltura da atriz em um papel que foge e muito das mulheres empoderadas e poderosas que nos acostumamos a ver nas telas.

daenerys-dragon-GameofThrones-2-300x300 Como eu era antes de você

O filme recebeu algumas criticas de entidades que defendem os direitos das pessoas com deficiência sobre a escolha de um ator que não tivesse a mesma condição que o personagem, que é tetraplégico.  Apesar disso, o galã Sam Claffin, conhecido pela saga Jogos Vorazes, foi importante para mostrar uma outra faceta de Will. A do jovem ativo que tinha em sua rotina a pratica de vários esportes radicais. O ator também convence ao passar, mesmo que de forma superficial, as dificuldades de uma pessoa com deficiência física.

Uma curiosidade no elenco é o ator Charles Dance no papel de Stephen Traynor. Charles que fez o papel de Tywin Lannister em Game of Trhones e nunca dividiu uma cena com Emilia Clarke que faz Daenerys no mesmo seriado.

Tywin_Lannister-300x300 Como eu era antes de você

O filme usa a mesma receita do “bolo de lágrimas” de outros filmes do gênero. Somos apresentados aos personagens que quando se conhecem se antagonizam por algum motivo. Com o tempo, devido a algumas atitudes eles se tornam amigos até se renderem ao romance que logo é abalado por uma briga. Após conselhos de amigos uma das partes volta para um grande gesto romântico no final, que gerou outra polêmica, mas que não vamos contar pra não estragar a surpresa.

Apesar de não ser o meu tipo de filme, Como eu era antes de você me ganhou pela fotografia precisa e os quadros maravilhosos mostrando as mudanças das estações durante o filme. Foi melhor do que o esperado.