Crítica | A Escavação

Veja nossos últimos stories

A Escavação é um drama britânico dirigido por Simon Stone, baseado no romance homônimo de John Preston de 2007, que reimagina os eventos da escavação de Sutton Hoo em 1939. Um elenco estrelar liderado por Carey Mulligan, Ralph Fiennes e Lily James usa a arqueologia como pano de fundo para contar uma história sobre legado.

A trama do longa se baseia em uma história real que se passa, às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Uma viúva que mora com seu filho no interior da Inglaterra, contrata um arqueólogo amador para escavar suas terras. A descoberta feita foi considerada na época “uma das descobertas arqueológicas mais importantes de todos os tempos”. Mas o foco da trama não é a arqueologia em si, mas as relações interpessoais criadas e destruídas pela descoberta. O longa conta uma história simples e graciosa, repleta de sensibilidade, em especial, nas fases iniciais da escavação, quando apenas o arqueólogo e a viúva vividos (brilhantemente) por Ralph Fiennes (007 – Operação Skyfall) e Carey Mulligan (O Grande Gatsby) discutem como proceder a escavação. 

A primeira metade do filme é DOMINADA pela dupla protagonista. A dinâmica entre eles e formidável e mostra como os personagens enxergam o mundo, afinal eles são de mundos e classes totalmente diferentes. O roteiro escrito por Moira Buffini (Jane Eyre) permite que os personagens, de modo natural, cruzem essas barreiras, e mostra o ambiente que os circunda com precisão. A paixão pelo conhecimento, pela descoberta é o que une essa dupla apaixonante. Mas o longa com o passar do tempo perder força, em especial ao adicionar novos personagens , quando isso ocorre a disputa do crédito e reconhecimento da descoberta tomam conta da trama e prejudica um pouco tudo que foi desenvolvido.

O diretor Simon Stone (The Daughter) dirige o longa dando atenção aos mínimos detalhes: o início da escavação, o modo como prosseguir, os perigos envolvidos, tudo é apresentado para a audiência de modo detalhado. O clima tenso da chegada da guerra também é um destaque na direção de Stone. O senso de urgência é muito bem trabalhado nas cenas. A trilha sonora e a fotografia casam perfeitamente nas cenas vistas e tem tudo para conquistar alguma indicação no Oscar 2021.

A Escavação é um drama interessante que mostra uma bela metáfora sobre desejos, sonhos e o que podemos deixar para o futuro. Com atuações memoráveis de Carey Mulligan e Ralph Fiennes, esse longa não pode ser esquecido no tempo. Confira o quanto antes na Netflix.

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

The Beatles: Get Back – Razões para assistir Deserto Particular – Confira a crítica do filme King Richard: Criando Campeãs – Confira a crítica do filme Vigaristas em Hollywood – Confira a crítica do filme Annette – Confira a crítica do filme Ataque dos Cães – Confira a crítica do filme