Crítica | A Favorita

Seria engraçado dizer que A Favorita, filme dirigido por Yórgos Lánthimos (O Lagosta) com Olivia Colman (The Crown), Emma Stone (La La Land), Rachel Weisz (A múmia), Nicholas Hoult (Mad Max: Estrada da Fúria) no elenco, é o filme FAVORITO a ganhar o Oscar 2019? rs… Pelo jeito não, mas saibam que isso é verdade! Este drama vulgarmente divertido deve colecionar indicações e estatuetas no Oscar 2019.

Esta sátira sobre a realeza inglesa do século XVIII, conta a história da Duquesa de Marlborough (Rachel Weisz) que exerce sua influência na corte como confidente da Rainha Ana (Olivia Colman). Seu posto privilegiado, no entanto, é ameaçado pela chegada de Abigail (Emma Stone), nova criada que logo se torna a queridinha da majestade e agarra com unhas e dentes à oportunidade única.


A Favorita traz para a tela o visual esperado de uma produção de época. Acessórios, figurinos e a maquiagem são de tirar o fôlego. As locações transmitem a opulência da corte inglesa do século XVIII. Um acerto da equipe de design que honra o período histórico no qual o filme se passa.

A fotografia é outro ponto positivo, Lanthimos usa bem a iluminação natural para acentuar os contrastes da luz do dia, que entra pelas janelas sem clarear por completo os imensos cômodos deste filme. Outro ponto que chama a atenção é a utilização de lentes angulares extremas, que causam pequenas distorções na imagem, algo que pra mim foi feito apenas por estética, mas que casa muito bem com as situações vistas durante toda projeção.

O roteiro é magnífico e conta a história de modo linear, dividindo a mesma em capítulos. Em cada capítulo temos o revezamento de drama e comédia, o que faz que as suas duas horas de projeção passem voando. Assim o filme consegue dar espaço para o seu elenco brilhar e aprofundar os seus personagens, nós fazendo compreender o por que de eles terem atitudes tão questionáveis. O longa deve incomodar os mais puritanos, com cenas de sexo e outras que não direi para não estragar a experiência.

O elenco é maravilhoso, mas a trama é das mulheres. Cada uma delas com sua personalidade elas roubam todas as cenas e devem todas serem indicadas ao Oscar pelo estupendo trabalho. Olivia Colman vem sendo constantemente lembrada pela sua brilhante atuação, mas pra mim os destaques deste filme são Rachel Weisz, que nos entrega uma personagem fria, cruel mas sincera e Emma Stone que evolui absurdamente durante a trama dando vida sua personagem que não tem nada de inocente.

Para quem gosta de filmes de época ou de dramas com humor A Favorita é a escolha mais do que perfeita. Com um elenco inspirado, um roteiro ousado e uma direção exuberante A Favorita é com certeza um dos melhores longas de 2019.

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios.

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Estação N – A Feira de Ciências da Netflix chega em outubro

Inspirada em Fei Fei, a menina sonhadora do filme A Caminho da Lua, que com toda a sua criatividade e determinação construiu...

King’s Man: A Origem | Data de estreia é adiada; Confira nova data!

A Disney anunciou há pouco que irá adiar alguns de seus próximos principais títulos do Universo Cinematográfico Marvel para 2021.

Liga da Justiça | Snyder Cut terá novo período de refilmagens em outubro

Em entrevista ao Hollywood Reporter, Zack Snyder revelou que planeja reunir quase todo o elenco de Liga da Justiça por uma semana para rodar cenas...