Crítica | A Morte Te Dá Parabéns 2

A Morte Te Dá Parabéns 2 é a sequência de um dos filmes dos melhores (ou ao menos mais divertidos) filmes de terror dos últimos 5 anos. O longa conquistou boa bilheteria e foi elogiada por sua criatividade. O mérito da primeira parte de A Morte Te Dá Parabéns estava em conseguir misturar terror e ficção científica sem se levar a sério, entregando assim um filme de terror diferente do padrão conhecido por Hollywood. O novo capítulo continua com o clima despojado e bom humor, mas foca mais na ficção científica do que no terror e acaba se tornando uma paródia de si mesmo. O que não é ruim, mas não é o que queríamos.

O foco, ao menos no início da trama, é Phi Vu (Logan) o amigo japonês desbocado do primeiro filme. Ele desperta repetidas vezes na mesma manhã após ser morto e recorre a (linda) protagonista do primeiro longa, Jessica Rothe (La La Land), que logo descobre que o ciclo temporal que ela vivenciou foi criado por uma máquina quântica testada no campus de onde estuda. Um novo experimento lança ela de volta ao loop infernal do primeiro filme, porém em uma dimensão alternativa. Onde, sua mãe está viva, seu namorado namora sua colega de fraternidade e um novo assassino está a solta. Tudo isso poderia ser muito mais interessante se não fosse um roteiro preguiçoso (que recicla as melhores partes do primeiro filme) e a nova abordagem pra lá de confusa elaborada pelo diretor Christopher Landon (Atividade Paranormal 2) que também assumiu a função de roteirista nesse longa.


O elenco do primeiro do longa retorna por completo e suas participações são ótimas dentro do limite da narrativa. Destaque para Rothe, que encanta e diverte no papel da protagonista. As novas adições do elenco são usadas em prol do humor e não acrescentam nada a trama. A exceção é Missy Yager (Meu Próprio Inimigo) que mostra uma boa química nas cenas com a personagem de Rothe, e sendo das novas adições a mais interessante e com um arco na trama bem definido.

Os efeitos especiais do primeiro longa que eram criativos e bem feitos, aqui são horríveis, parece que não houve verba pra eles e alguns ficaram muito mau feitos. As idéias das mortes são muito boas e divertidas, mas a execução… Jesus me defenda! Outro ponto negativo é o fim da trama que ocorre de forma desorganizada, QUAL ERA A MOTIVAÇÃO DAQUELES ASSASSINOS? e dá a entender que talvez tenhamos uma parte 3 (espero que não).

A Morte Te Dá Parabéns 2, é um filme bem humorado e que recicla o primeiro longa e abandona o terror para apostar na ficção científica. Enquanto comédia o filme até que se saí bem, mas como ficção o longa deixa a desejar. Existem filmes que não precisam de continuações A Morte te Dá parabéns é um desses filmes.

Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Apenas um cara cri cri crítico e gago.

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

SE LIGA

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...

Arnold Schwarzenegger | Ator é atacado em evento na África do Sul; Confira o vídeo

O ator Arnold Schwarzenegger levou um susto em um evento na África do Sul. Ao posar para uma selfie com fãs, o ator...