Crítica | Ameaça Profunda

Ameaça Profunda, conta a história de seis membros de uma tripulação que estão presos em uma instalação submarina que está sendo inundada em alta velocidade como resultado de um terremoto devastador, sua única chance de sobreviver é atravessar o leito oceânico até uma distante plataforma de petróleo abandonada. Além dos desafios físicos envolvidos na viagem, eles rapidamente descobrem que estão sendo caçados por predadores marinhos míticos e monstruosos, dispostos a matá-los.

Ameaça Profunda inicia sua história em alta velocidade, os primeiros 20 minutos da história são frenéticos e a maior parte da ação do filme se passa totalmente embaixo d’água, o problema é que após esses 20 minutos a trama começa a perder força e o que vemos em cena é o básico do básico de filmes de terror, que isso seja ruim, mas está longe de ser excepcional. O jogo de iluminação e o uso das câmeras em primeira pessoa é tão bom que realmente temos a sensação de os personagens estarem no fundo do oceano. O design das temíveis criaturas deixa um pouco a desejar. Elas assustam mais quando não as vemos, do que quando nos deparamos com elas. O uso excessivo do CGI nelas pode ser a responsável por essa sensação.

As atuações são boas dentro do possível, o roteiro não permite que os personagens sejam aprofundados, afinal eles estão aqui apenas para morrerem. Os destaques são Kristen Stewart que com sua beleza irá deixar qualquer um de queixo caído, mas também pela ótima atuação, que nos faz esquecer que ela já foi a Bella Swan, e também por estar mais madura e mais dona do seu personagem. Outro destaque é Vincent Cassel que dá vida ao Capitão Lucien, personagem melancólico mas que dedica seu corpo e alma pela sua tripulação nessa história de terror.


Willian Eubank faz o feijão com arroz das direções de filmes de terror e não arrisca em momento algum, consegue alguns susto pelo caminho. Porém se ele visse o potencial gore que essa trama possuí e não levasse esse projeto tão a sério o resultado seria muito melhor. O último ato é uma colcha de retalho de diversos filmes de ficção científica que não irei nem citar. Uma pena!

Ameaça Profunda é um terror comum que possui uma sinopse interessante que nunca alcança seu total potencial. Possui pontos positivos como as atuações, a trilha sonora que se une ao filme de uma maneira que o torna mais aventureiro, além de assustar em alguns momentos e outros bem negativos como o roteiro e a direção que fazem o Básico do básico. Entre altos e baixos Ameaça Profunda vale a pena ser vista neste mês de férias.

NOTA

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

AS MAIS LIDAS

Amazon Prime | Confira a lista de lançamentos de Fevereiro de 2020

A Amazon já divulgou sua lista de estreias para o mês de Fevereiro de 2020 no seu serviço Amazon Prime! O destaque...

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...