Crítica | ANNABELLE 3: De Volta Para Casa

Annabelle 3: De Volta para Casa é o terceiro filme da bem-sucedida franquia “Annabelle”, da New Line Cinema, estrelada pela infame boneca sinistra do universo de “Invocação do Mal”. 

Determinados a impedir que Annabelle crie ainda mais caos, os demonólogos Ed e Lorraine Warren trazem a boneca possuída à sala de artefatos que fica trancada em sua casa, isolada em um local “seguro”, protegida por um vidro sagrado da Igreja de Trindade e com a benção de um padre. Porém, o que os espera é uma noite de horror, à medida que Annabelle desperta os espíritos malignos na sala, que voltam suas atenções a um novo alvo – a filha de 10 anos dos Warrens, Judy, e suas amigas.

O filme é estrelado pela pequena McKenna Grace (da série de TV “A Maldição da Residência Hill”, “Um Laço de Amor”, “Capitã Marvel”) como Judy – a filha de Ed (Patrick Wilson – “Aquaman”, das franquias “Invocação do Mal” e “Sobrenatural”) e Lorraine Warren (Vera Farmiga – da franquia “Invocação do Mal”, do inédito “Godzilla II: Rei dos Monstros”, da série de TV “Bates Motel”), que tem um ar bem sombrio e ingênuo ao mesmo tempo, e é super importante neste capítulo da trama, que por acaso acontece praticamente inteiro em uma única noite em sua casa, e sem seus pais por perto.


A direção do filme desta vez ficou nas mãos de Gary Dauberman, roteirista de filmes como “Annabelle”, “A Freira” e “IT – A Coisa”, esse último que por acaso é muito bem lembrado por quem assistir a ‘Annabelle 3’, já que vemos muitos momentos cômicos, engraçados nessa nova história – relembrando como são contadas algumas cenas em “IT – A Coisa”. A produção ficou por conta de Peter Safran (“Aquaman”), que produziu todos os filmes da franquia “Invocação do Mal”, e do criador do universo “Invocação do Mal”, James Wan (“Aquaman”).

Com uma história menos aterrorizante que seus dois filmes anteriores, ‘Annabelle 3: De Volta Para Casa’, nos mostra até onde a curiosidade de Daniela (Katie Safire – (das séries de TV “Youth and Consequences” e “Supernatural”) pode entrar e mexer na casa dos Warrens, e quais assombrações e maldições ela sem saber pode libertar e o que Annabelle pode ser capaz de faz.

A pequena Ludy Warren sofre bastante nesse filme, principalmente porque seus colegas de escola passam a ignorá-la por causa de uma matéria sobre a profissão de seus pais e desistem de ir ao seu aniversário. SPOILER: Ela é vidente assim como sua mãe.

Em paralelo a todo o caos que Ludy, a perturbadora Daniela e Mary Ellen passam nessa noite horripilante na casa, ainda temos momentos de bom divertimento, com Mary Ellen (Madison Iseman – (“Jumanji: Bem-Vindo à Selva”, “Goosebumps 2 – Halloween Assombrado”) que tenta se aproximar de Bob – mais conhecido como Bob das Bolas, e declarar o amor que sente por ele. Se preparem para rir muito com as cenas que envolvem o Bob, elas são bem engraçadas!

Um tanto quanto cômico, o novo filme não vai te fazer ter tanto medo dentro do cinema – eu que sou medrosa não precisei ficar tapando os olhos nesse filme, e até que gostei dele. Isso sem contar, que muitas cenas que costumam ser clichês em filmes de terror são mostradas sem os sustos que sempre esperamos. Sim, o filme é bem fora da caixinha, sendo então menos previsível do que os outros costumam ser.

O filme conta ainda com uma trilha sonora bem legal, que dança de acordo com todos os acontecimentos e ajuda a dar um medinho em alguns momentos.

‘Annabelle 3: De Volta Para Casa’ estreia hoje, 27 de Junho, em todos os cinemas brasileiros, e promete agradar os fãs da franquia – mas ainda não supera o que foi o segundo filme, e também promete alcançar novos fãs, já que não tem tanto terror assim.

O desfecho desse novo capítulo trás talvez o fim às histórias da boneca Annabelle, já que ela ficará trancada dentro de um armário da Igreja de Trindade – uma das maneiras mais fortes de detê-la dos espíritos que desejam usá-la para aprontar.

Você acha que a Annabelle ainda vai voltar para as telonas? Conta pra gente aqui embaixo e nos siga nas redes sociais! 🙂

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

SE LIGA

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...