Crítica | As Panteras

Em 1976 foi ao ar nos Estados Unidos o primeiro capítulo da série “Charlie’s Angels” (As Panteras, no Brasil). O seriado foi o maior sucesso e no ano 2000 ganhou o seu primeiro filme e depois uma sequência, ambas sucesso de público. Bom em 2018 foi anunciado um reboot, e confesso que não recebi a notícia com empolgação, mas para minha felicidade e a sua o filme que estreia nesta quinta em todo Brasil é ótimo. Divertido, moderno e que deve agradar os fãs da série e conquistar novos.

O novo filme não é bem um reboot como prometido, está mais para uma continuação indireta dos longas As Panteras e As Panteras – Detonando. A sinopse da nova aventura traz uma jovem engenheira que cria uma perigosa tecnologia que pode se tornar uma arma mortal nas mãos erradas. Quando a agência Townsend é comunicada, as Panteras são chamadas e unidas colocaram suas vidas em risco para proteger a todos.

A atriz e diretora Elizabeth Banks (Escolha Perfeita) assume a direção deste novo capítulo com a maestria de quem conhece o universo de As Panteras, desenvolvendo a trama com muita referência ao passado, que farão a alegria dos fãs da série e dos filmes, além de atualizar a história quando necessário; afinal de contas tanto a série como os filmes dos anos 2000 sempre foram um retrato da época em que se passavam e mostravam a mulher como seres fortes e independentes do homem. E este filme meus amigos, é mais do que atual neste quesito. Os diálogos são extremamente divertidos e leves. As cenas de ação são boas no geral, a cena inicial de ação do longa é rápida e um pouco confusa devido ao excesso de cortes, já uma cena de ação vista no final é a melhor do longa. Um possível defeito do longa para alguns é que quando comparamos este filme a outros filmes de espionagem nunca sentimos urgência nas situações que as espiãs passam. Mas mesmo com esse “problema do roteiro” no fim o resultado é positivo.


As atuações de todo o elenco principal é ótima. A química entre  Kristen Stewart (Crepúsculo), Ella Balinska (Run Sweetheart Run) e Naomi Scott (Aladdin) é de dar inveja, parece que elas atuam juntas a vários anos. Stewart surpreende com uma personagem bem humorada, Balinska estreia no cinema com o pé direito com uma atuação ótima e cheia de carisma. Scott é o grande destaque do trio é rouba as cenas com sua atuação sendo o lado temoroso do trio, devido a sua perceptível falta de experiência no ramo da espionagem e isso irá arrancar muitas risadas. Outro destaque do longa são os seus figurinos que deixaram muitas produções com inveja. O longa alia classe e sofisticação com bastante elegância no seu visual.

As Panteras é o filme mais Girl Power de 2019, irreverente, atual e que apresenta com louvor uma nova geração de espiãs que irão conquistar o público. Compre sua pipoca e se divirta pois este filme é puro entretenimento com uma bela dose de empoderamento feminino.

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios.

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

AS MAIS LIDAS

Crítica | O Sol Também é Uma Estrela

Comédias românticas tendem a seguir uma estrutura narrativa básica. Porém, temos exceções como (o ótimo) 500 Dias Com Ela, filme que revolucionou...

Ready Player One: OASIS beta | Testamos o game em realidade virtual baseado no filme; confira nossa análise!

Olá Nerds! O blockbuster de Steven Spilberg, Ready Player One, estreou no mundo todo e está fazendo grande sucesso. O Estação Nerd já assistiu (veja...

A Família Adams | Animação ganha cartaz e data de estreia do trailer; Confira!

A animação de A Família Adams teve seu primeiro pôster divulgado pelo twitter do IMDb. O site ainda revela que o primeiro trailer será revelado...