Crítica | Beleza Avassaladora

[polly_player]

Beleza Avassaladora é um original Netflix indiano que conta a história de Rani Kashyap que é suspeita de ter assassinado o próprio marido. Durante a investigação, podemos ver mais de como era seu relacionamento e todo o desenrolar dessa história.

A produção tem todos os elementos clássicos da indústria de Bollywood que quem já gosta das produções vai identificar. Tem ainda um quê de Lupin, usando livros como referência para o modus operandi da personagem principal.

Netflix/ Divulgação

O filme tem uma premissa (a investigação do assassinato e remontagem do que levou àquilo em flashback) que traz promessas de que poderia ser um excelente filme, porém vários pontos decepcionam em sua narrativa e construção. O primeiro deles é a duração. Uma história dessas poderia facilmente ser vendida mais comercialmente em um filme de duração padrão de 1 hora e 40 minutos.


O segundo ponto e um dos mais sérios é com relação a como se constrói o relacionamento de Rani e a submissão extrema com que ela é construída, a tornando uma personagem vazia e que se motiva única a exclusivamente pelo seu marido. O marido inclusive a tenta matar várias vezes e ela continua, então é uma história que particularmente não combinou com o tipo de narrativa.

O filme já está disponível na Netflix e o trailer se encontra abaixo.

REVIEW OVERVIEW

NOTA

Deixe sua opinião!

[the_ad_placement id="destaque-posts-topo"]

Instagram

[instagram-feed]

AS MAIS LIDAS