Crítica | Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo

Veja nossos últimos stories

Qual o limite do humor? O que é engraçado ou não? O que é ofensivo? Querer arranjar uma resposta definitiva para tal pergunta é impossível. Mas para jogar mais lenha nesta questão temos o Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo da Netflix. Especial que satiriza o retorno de Jesus após ele enfrentar os 40 dias de tentação no deserto durante a celebração do seu aniversário de 30 anos.

Por mais críticas que o especial venha sofrendo, que não serão discutidas aqui nesta crítica. O filme possui alguns acertos e outros erros em sua construção. O filme é repleto de piadas e situações jocosas. Porém é impossível não rir com algumas situações como a reclamação da uva passa na comida, as citações feitas a cultura pop e algumas sátiras realizadas. Porém nem tudo é perfeito neste longa. O roteiro sexualiza demais a trama, sendo que o mesmo poderia seguir por outro caminho. A direção de Rodrigo Van Der Put (Especial de Natal: Se Beber, Não Ceie) faz o básico do básico. Os efeitos especiais são de quinta categoria e poderiam ser melhor acabados. Além disso o longa possui algumas piadas que não funcionam, a cada uma piada boa vem três piadas fracas (leia ruins).

A Primeira Tentação de Cristo é um especial da Netflix que vem recebendo muitas críticas pelo modo como retrata a figura de Jesus, que no filme é retratado como um ser humano falho cheio de dúvidas e medos, mas que aos olhos do seu pai continua sendo perfeito. O que se pode concluir é que assistir o Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo não é nenhum pecado. Confira é tire suas próprias conclusões.

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios.

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

As 3 séries mais vistas na Netflix Confira o trailer de Army of The Dead Rango – O MELHOR filme da Nickelodeon 5 séries que serão CANCELADAS pela Netflix Confira a crítica de “Meu Pai” Oscar 2021: Onde ver os indicados a melhor animação!