Han Solo: Uma História de Star Wars é o novo Spin Off da saga iniciada por George Lucas em 1977, o diretor da vez é Ron Howard (Uma Mente Brilhante) e é protagonizado por um elenco estrelar composto por Alden Ehrenreich (Ave, César!), Woody Harrelson (Três anúncios para um Crime), Emilia Clark (Game Of Thrones) e Donald Glover (Atlanta).

Desta vez o foco dessa prequel, é contar um pouco do passado do emblemático Han Solo, algo que vai cativar os fãs mais fervorosos do universo de Star Wars, especialmente os que têm um carinho especial por Solo e Chewbacca. Mas realmente era necessário contar essa história?

han-solo-2018 Crítica | Han Solo: Uma História Star Wars

O filme é divertido, em alguns momentos chega a empolgar, mas perde um pouco da sua adrenalina com momentos alongados das cenas de ação, o filme tem duas horas e meia de duração, mas nada que não se recupere e que prejudique severamente o enredo.

Han Solo: Uma História Star Wars não se arrisca muito, se mantém no limite para agradar aos fãs e as massas. Alguns aspectos do passado de Han acabam por não ser explorados a fundo, o que é uma falha já que a ideia do filme é mostrar o passado do personagem, mas acaba deixando coisas por dizer. Mesmo a nível psicológico, o personagem que Harrison Ford imortalizou poderia ter sido melhor explorado.

Alden Ehrenreich faz um trabalho bacana na pele de Han Solo, ele se esforça. Fala com a mesma entonação de Ford e tenta em vários momentos usar daquele ar arrogante que conquistou uma geração inteira, porém Alden não é Ford e tudo que feito por ele acaba  soando mais como uma imitação do que como interpretação.

De todos os filmes da saga Star Wars, Han solo é o mais fraco visualmente. Os efeitos especiais estão bem aplicados. O roteiro é outro ponto fraco com resoluções fáceis e situações forçadas.

star Crítica | Han Solo: Uma História Star Wars

Os personagens secundários roubam as cenas. Woody Harrelson nos diverte com o “mestre jedi” de Solo levando ele para o caminho do crime e rouba as cenas. Paul Bettany também impressiona nos entregando um vilão intenso, mesmo tendo pouco tempo em cena. Donald Glover, não surpreende, mas funciona de maneira decente com sua versão mais nova de Lando. Quem decepciona é Emilia Clarke que basicamente se resume a ser a namoradinha de Solo.

Em resumo Han Solo: uma história Star Wars é um filme bom. Não é extraordinário, nem é uma adição significativa à saga, mas não deixa de ser um filme divertido e tem momentos empolgantes. Essa é uma história de Star Wars que não é das mais importantes e honestamente nem deveria ter sido contada.