sáb, 22 junho 2024

Crítica | Na Palma da Mão

Publicidade

As conexões da internet como um suporte social são retratadas na indústria do entretenimento desde sua criação, com cada obra nos deparamos com opiniões e mensagens diferentes sobre a tecnologia em questão. Tentando trazer a temática para uma abordagem na geração z, o diretor e roteirista Kim Tae-joon cria Na Palma da Mão, um thriller sul-coreano lançado na Netflix.

Na trama acompanhamos Na Mi, vivida por Chun Woo-hee, representando uma imagem da jovem-adulta da geração z. Ela baseia toda sua vida no telefone, desde comprar bebidas a publicar sua localização por meio de fotos nas redes sociais. Na Mi está sempre fazendo transações bancárias, marcando encontros, tudo por meio de seu aparelho.

Infelizmente o ritmo da obra se mostra com pouca pressa ao estabelecer a ameaça à protagonista, depois de muito tempo estabelecendo a sua vida, Na Mi perde o controle da mesma quando seu celular é hackeado. E em pouco tempo depois o mesmo conflito é resolvido, de um jeito ou de outro. 

Publicidade

Na Palma da Mão mostra um pouco de receio, por boa parte positiva, em mostrar violência gráfica em alguns pontos da trama, é repassado para o espectador a função de entender o peso dramático da violência existente mas nunca presenciá-la. Tal escolha narrativa, apesar de ousada, não sai completamente benéfica, resultando em pouca tensão no suspense em relação a seu antagonista. 

Kim Tae-joon tenta nos entregar uma obra que tenta seguir a trope já familiarizada dos malefícios da vida de conexões online, mas falha em entregar uma trama que contenha a substância o suficiente para corroborar e sustentar a trama. Na Palma da Mão resulta num filme que falha na articulação e no desenvolvimento temático e nos sobra apenas boas ideias.

Publicidade

Publicidade

Destaque

Divertida Mente 2 | Disney confirma sequência da animação!

Divertida Mente é sem dúvidas um dos maiores sucessos...

Crítica | Divertida Mente 2

Quase uma década depois do primeiro filme, a Disney/Pixar...

Meu Filho, Nosso Mundo | Filme ganha nova data de estreia nos cinemas; Confira!

MEU FILHO NOSSO MUNDO (Ezra), filme dirigido por Tony Goldwyn,...
As conexões da internet como um suporte social são retratadas na indústria do entretenimento desde sua criação, com cada obra nos deparamos com opiniões e mensagens diferentes sobre a tecnologia em questão. Tentando trazer a temática para uma abordagem na geração z, o diretor...Crítica | Na Palma da Mão