dom, 4 dezembro 2022

Crítica | Natal em 8-Bits (8-Bit Christmas)

Publicidade

O fim do ano está batendo à porta e com a chegada das festas de fim de ano, as plataformas de streaming vem sendo “inundadas” por diversas produções focadas no Natal. A HBO Max, não ficou de fora e resolveu apostar suas fichas no lançamento da comédia familiar: Natal em 8-Bits. A produção apresenta Jake Doyle, um pai amoroso que resolve contar para sua filha o quanto foi difícil conseguir um Nintendo no final dos anos 80.

A narrativa de Natal em 8-Bits é baseada no livro homônimo do roteirista Kevin Jakubowski (Provas e Trapaças) que usa da nostalgia e do carisma do seu elenco para nos apresentar uma história fofa e divertida sobre o real significado do Natal. O filme, mesmo com suas limitações e furos no roteiro, consegue contar uma divertida jornada de uma criança em busca de um videogame. Jakubowski consegue misturar presente e passado de modo eficaz. Nas cenas do passado temos Winslow Fegley (Contos do Medo) e no presente, narrando a trama, temos Neil Patrick Harris (Garota Exemplar). Na narrativa em off temos algumas das melhores piadas da produção, que consegue recriar os anos 80 de modo bastante realista. Seja nos cenários ou no modo como vivíamos, tudo é bem apresentado e a narração de Harris consegue, quando necessário, tirar sarro disso. O que é bastante divertido, em especial para quem foi criança durante essa época.

A direção de Michael Dowse (Stuber) é segura, mas pouco inventiva e faz o arroz com feijão na hora de gravar as cenas. Mesmo assim a maior falha de Dowse se dá na construção dos personagens que dividem a tela com o protagonista. Nenhum deles é desenvolvido, tem importância ou espaço na trama que é excessivamente focada no personagem central vivido por Fegley/Harris. Todos os demais personagens são apenas “escadas” que a narrativa e a direção usam para desenvolver a história, dando pouca relevância a eles. Por fim, a elaboração do plano ÉPICO que possui 13 etapas, não saí do papel. A direção não mostra nem cinco delas e o que vemos sendo posto em prática do plano é muito pouco e forçado, o que diminuí muito a importância de tudo isso na trama. O filme ainda é recheado de referências visuais e citações a obras dos anos 80, que podem animar os pais que assistirem com os filhos. Para os pequenos as piadas, no geral, são bobinhas, mas devem divertir.

Publicidade

A montagem da trama é repleta de cortes, alguns um pouco desconexos com o momento em que eles acontecem, mas nada exagerado ou que atrapalhe o filme. A mensagem final da obra é clichê, mas a narrativa consegue criar um momento de pura ternura e pra lá de comovente. Tudo é apresentado de modo orgânico e sem atropelos.

Natal em 8 Bits é um tocante e divertido presente adiantado da HBO Max para os amantes de comédias natalinas.

Publicidade

Destaque

A Casa do Dragão | Série deverá ter 4 temporadas!

George Martin, autor da obra original e um dos...

Adão Negro | Ator revela bastidores dos efeitos visuais do filme; Confira!

Dwayne Johnson revelou no Instagram algumas fotos dos bastidores da...

The Callisto Protocol está disponível mundialmente para consoles e PC

O medo não faz prisioneiros! A Striking Distance Studios...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: hiccaro.rodrigues@estacaonerd.com

Deixe um comentário