Crítica | Nem um Passo em Falso

Veja nossos últimos stories

Steven Soderbergh é um dos maiores diretores da década, dono de um estilo único, o inventivo diretor mais uma vez ousa e deve agradar os fãs com seu novo filme Nem um Passo em Falso, que acaba de ser lançado no HBO Max. O filme estrelado por Don Cheadle e Benicio Del Toro, acompanha um grupo de pequenos criminosos em Detroit na década de 1950. Eles são contratados por uma pessoa anônima para roubar um importante documento.

HBO MAX/Divulgação

O longa é ambientado na Detroit da década de 50 e acompanha um grupo de criminosos de três organizações diferentes e que não se conheciam até então. Porém o plano fracassa e temos uma corrida contra o tempo para escapar das garras da polícia e de outros grupos mafiosos. Um verdadeiro jogo de xadrez e visto em tela e todos os personagens aqui tem importância, ninguém nessa trama está a toa. A obra de Soderbergh tem um roteiro brilhante escrito por Ed Solomon (Bill e Ted: Encare a Música) que é recheada até o topo de traições e reviravoltas. Tudo isso acontece em um filme objetivo e que conta sua história sem rodeios. A trama aqui ocorre de modo sutil, dando as pistas até que BOOOM, reviravolta. Alguns podem achar complexo, mas para os que prestarem atenção irão se deliciar com essa história.

Em termos artísticos o longa constrói uma Detroit dos anos 50 que não chama tanto a atenção, mas é feita de modo correto. O diretor está mais focado na história e nos desdobramentos das situações. O diretor usa e abusa de sua criatividade para filmar as cenas, quando por exemplo ele usa uma lente do tipo olho de peixe, com o intuito de mostrar que algo não está certo e que aquele momento pode ter consequências para a trama. A montagem é elegante e sucinta, acrescentando bastante a narrativa que é fluída e acontece de modo orgânico.

HBO MAX/Divulgação

O grande elenco do filme brilha. A obra coletiva dá espaço para que cada um desenvolva seu personagem e todos tem espaço para brilhar. Mas o filme é da dupla Don Cheadle (Space Jam 2) e Benicio Del Toro (Sicário: Dia do Soldado), que roubam as cenas e conseguem construir personagens únicos e para lá de ambíguos. As interpretações são de cair o queixo. Merecem destaque também David Habour (Viúva Negra) e Matt Damon (Perdido em Marte) por seus personagens e atuações.

Nem um Passo em Falso é um filme envolvente e que serve para comprovar mais uma vez o talento e genialidade de Soderbergh em contar histórias, um filme que deve agradar aos fãs do gênero e do diretor. Que venham mais produções desse nível no HBO Max.

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Peçanha Contra o Animal – Confira a crítica do filme The Batman – Confira o trailer animado do filme What If…? – Confira o ranking dos episódios Star Wars Visions – Confira a crítica da série You – Confira a crítica da 3ª Temporada Halloween Kills – Confira a crítica do filme