sex, 2 dezembro 2022

Crítica | No Gogó do Paulinho

Publicidade

Paulinho Gogó é conhecido por contar histórias mirabolantes. Sentado no banco da praça, ele fala sobre as aventuras que afirma ter vivido ao redor do Brasil. O personagem, que por 16 anos fez parte da Praça é Nossa no SBT, agora ganha as telinhas da Amazon Prime em uma comédia delirantemente ruim.

Foto: Amazon Prime/Divulgação

Sim, o filme é ruim e parece muito mais uma esquete alongada do programa de Carlos Alberto de Nobrega (que faz uma breve participação), do que um longa. A produção usa uma sequência lógica de fatos para apresentar o seu protagonista e contar a sua origem. Isso não seria um problema se a trama não repetisse tanto, nas histórias e piadas. A mesma piada aparece várias vezes no longa, uma vez é engraçado, cinco vezes não! Um exemplo é a piada com o ventilador e outras que se repetem e se repetem e você entendeu. O personagem, possui um linguajar peculiar e diverte ao comer algumas sílabas e mudar o sentido de algumas palavras. Mas apenas isso num filme de 90 minutos e muito pouco para entreter o público. É necessário mais que isso, é o filme oferece pouca coisa no quesito originalidade. O longa em alguns momentos parece mais uma paródia de Forrest Gump, do que uma história de origem, antes fosse uma paródia, assim entenderíamos a falta de originalidade.

Foto: Amazon Prime/Divulgação

No longa os destaques são: Cacau Protássio (Vai que Cola – O Filme), que rouba as cenas na qual participa como a mítica Nega Juju e possui uma ótima química com Maurício Manfrini (Os Farofeiros) e o próprio Manfrini, que mesmo com o texto pobre e pouco inspirado do roteirista Paulo Cursino (O Candidato Honesto), ainda consegue arrancar alguns sorrisos com o seu carisma. Os demais atores entram e se vão aleatoriamente e pouco acrescentam a trama.

Publicidade

No Gogó do Paulinho é um filme de origem sobre um personagem querido da TV, que infelizmente pouco entretém. Parafraseando Gogó: “Fato venéreo: esse filme cinematográfico é cem… muito cem graça”.

Publicidade

Destaque

The Last Of Us | Confira os novos pôsteres da série!

A HBO liberou hoje (30) pôsteres inéditos de The Last Of Us,...

Adão Negro | Ator revela bastidores dos efeitos visuais do filme; Confira!

Dwayne Johnson revelou no Instagram algumas fotos dos bastidores da...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: hiccaro.rodrigues@estacaonerd.com

10 COMENTÁRIOS

  1. Precisa ter as referências corretas para entender o filme, inclusive das várias referências de Forrest Gump. O elenco é majoritariamente de atores da Praça, até o João Plenário tá nele com outro personagem. Enfim, o filme só é bom, para quem já viu a Praça. Assistir aleatoriamente, sem conhecer o enredo, não vai gostar…

  2. O filme é ótimo , mas só quem vai entender o enredo é quem assistia às quintas a praça é nossa .
    O enredo se dá em contar a história do desenrolar do grande amor da vida de Paulinho gogo a nega Juju.
    Filme engraçado com boas piadas, e histórias que só o gogo consegue encaixar em seu cotidiano .
    Quem gosta da praça não perca .
    Quem não gosta não assista pois não entenderá o que está assistindo.

  3. Exatamente isso. Filme muito sem graça, nem um pouco comedia moderna, esse roteirista deveria se aposentar, não soube criar piadas a altura dos atores, uma pena. Não consegui terminar de olhar o filme de tão ruim.

  4. O filme é extremamente engraçado, qualquer pessoa que cresceu vendo a praça é nossa vai rir só pelo saudosismo. As piadas são bobas a ponto de ser engraçada e as “piadas repetidas” são running gags, por isso elas são repetidas. mas né, acho que o pessoal da estação nerd gosta mais de reclamar de filme do que ver filme mesmo. Eu assisti duas vezes, recomendo sem dúvidas.

Deixe um comentário