qui, 28 abril 2022

Crítica | Os Caras Malvados

Publicidade

A nova animação da DreamWorks Animation, Os Caras Malvados, é baseada na série de livros infantis homônima de Aaron Blabey. No filme vemos uma equipe de animais fora da lei, que está prestes a tentar o seu golpe mais ousado – tornarem-se cidadãos modelo. O grupo de vilões é composto pelo arrojado batedor de carteiras Sr. Lobo, o arrombador de cofres Sr. Cobra, o mestre do disfarce Sr. Tubarão, o “músculo” Sr. Piranha e a especialista hacker Sra. Tarantula.

A animação, Os Caras Malvados, usa diversos elementos de sua fonte literária na qual é baseada. Temos aqui e ali algumas passagens do livro e a base da trama, mas no geral a produção toma algumas liberdades poéticas que são positivas e bem construídas. A nova dinâmica apresentada entre os personagens é um ponto que difere do livro, sendo uma ótima adição à trama. O primeiro ato da produção é maravilhoso, temos a apresentação do grupo e vemos a interação da equipe de modo muito dinâmico. Entre boas piadas (grande parte voltada para os pequenos) vemos que o coração do filme é a amizade do grupo. A qualidade técnica do novo filme da DreamWorks é estupenda! Nenhuma obra da empresa tem esse nível técnico tão apurado e que tem tanta atenção aos detalhes. A produção tem um visual estiloso, com uma pegada bem diferente do que já foi apresentado em diversas animações de outros estúdios. A direção de Pierre Perifel (Bilby) constrói a cidade onde se passa a trama e os demais ambientes do filme com uma quantidade RIQUÍSSIMA DE DETALHES. A fotografia é repleta de cores vívidas e alegres, o que dá tom a aventura e os design usados para construir as expressões dos humanos e dos animais do filme irá conquistar os pequenos. O filme tem diversos easter eggs espalhados que vão divertir os fãs do livro e os pais que podem sacar algumas referências cinematográficas, como a do início do filme que alude à Pulp Fiction, entre muitas outras.

O roteiro escrito pela dupla Etan Cohen (Holmes e Watson) e Hilary Winston (Lego Ninjago: O Filme) abandona a abordagem do livro que trata sobre animais desajustados em uma busca para provar que não são tão ruins quanto a reputação de suas espécies, para apostar suas fichas em uma trama que não oferece muito em termos de lições de vida, mas que aposta suas fichas em divertir e tratar sobre a amizade. Os diálogos entre o grupo sempre vem acompanhado de bastante humor. Temos piadas para todos os gostos, mas grande parte do humor da trama é focado em situações físicas ou piadas bobinhas, que devem agradar a criançada.

Universal Studios/ Divulgação
Publicidade

O filme tem algumas falhas, que não devem atrapalhar a diversão, o segundo ato é arrastado demais e alguns plot twists da trama são meio que introduzidos do nada na história. As revelações surgem de modo forçado e são bem clichês, além de serem previsíveis. Porém essas falhas não tiram o brilho da produção. A dublagem nacional, mais uma vez acerta o tom e rouba a cena. Rômulo Estrela, Nyvi Estephan, Luis Lobianco, Babu Santana, Sergio Guizé e Agatha Moreira criam personalidades interessantíssimas para os seus personagens e dão o tom certo na dublagem nacional.

Os Caras Malvados é um filme cativante do início ao fim e conta uma divertidíssima história de um grupo de heróis com pinta de vilões! A lição que fica pros pequenos é que não devemos julgar o livro pela capa. Dê uma chance a esse filme e se divirta com toda família!

Publicidade

Newsletter

Destaque

Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe um comentário