qui, 29 fevereiro 2024

Crítica | Prince Of Persia The Lost Crown

Publicidade

A franquia Prince of Persia finalmente está de volta, junto com ela, temos a esperança dos fãs de que esta grande série de jogos volte aos seus dias de glória, e apesar de ainda não sabermos exatamente o que esperar do futuro da franquia, já posso garantir que a Ubisoft acertou em cheio.

Prince of Persia The Lost Crown conta a história de Sargon, um guerreiro de elite do reino Persa, que faz parte de um grupo chamado de Imortais, e após vencer uma importante batalha, ele é enviado para salvar o Príncipe da Pérsia, que foi sequestrado.

A trama tem uma ótima premissa e se desenvolve muito bem, com acontecimentos excelentemente amarrados pelo roteiro e com reviravoltas surpreendentes. A ambientação da história também é incrível, criando uma mitologia que deve cativar e emocionar à todos. E a possibilidade de escolha da legenda em persa é uma opção que mesmo não aparentando um grande impacto na campanha, pode trazer para os jogadores uma sensação ainda maior de imersão na ótima trama do jogo.

Publicidade

Em relação aos controles, afirmo com toda a certeza que a jogabilidade do combate é simplesmente espetacular, tanto o sistema de aparar com a espada e os desvios, quanto os ataques, tudo funciona muito bem para deixar o game desafiador e divertido, sem que ele se torne frustrante.

Os poderes que são adquiridos ao longo da campanha e as outras armas deixam a jogabilidade ainda melhor e com mais profundidade.

Um bom tempo na hora de aparar os ataques é essencial para o desempenho nas lutas e para avançar no jogo, mas apesar de difícil, aparentemente os jogadores irão melhorar esta habilidade no decorrer do gameplay.

A jogabilidade também é divertida e fluída na movimentação do personagem principal, o jogo é um ótimo Metroidvania com descobertas satisfatórias dos caminhos necessários para prosseguir.

É importante destacar também a variedade enorme de inimigos com aparências, armas e habilidades diferentes, as batalhas contra os chefes, sempre farão com que o jogador tenha que se adaptar e se acostumar com o inimigo para se sair vitorioso.

Apesar de se tratar de um gênero diferente de outros games da série, os saltos entre as paredes e alguns golpes e movimentações lembram em diversos momentos os títulos da franquia no PlayStation 2, trazendo um elemento de nostalgia para quem já é fã de longa data.

Publicidade

Por falar em games do passado, uma das críticas que algumas pessoas tem aos jogos atuais é a sua facilidade e também ao fato dos jogadores renascerem praticamente no ponto onde morreram, entretanto, este não é o caso de Prince of Persia The Lost Crown, pois o jogo só pode ser salvo nos locais onde existe uma determinada árvore mágica, e este é mais um fator que eleva a dificuldade do game.

Apesar do título ter uma mapa imenso, a navegação durante a campanha não fica exaustiva, isto se deve aos diferentes cenários que irão encantar os jogadores e também a algumas dinâmicas interessantes, como por exemplo uma personagem que vende pequenos mapas e oferece dicas aos players.

Porém mesmo tentando trazer mais acessibilidade para o gênero, não há como negar que o estilo Metroidvania ainda não seja apreciado por uma parte dos jogadores, e talvez a complexidade do mapa possa afastar parte do público.

Prince of Persia: The Lost Crown não brilha apenas em sua jogabilidade, o título tem bonitos gráficos com boa ambientação do cenário e design de personagens e uma bela sensação de profundidade, mesmo se tratando de um jogo 2D.

A trilha sonora também é espetacular, se alternando de forma fantástica em cada um dos momentos e áreas do jogo, deixando as batalhas e os acontecimentos ainda mais épicos.

Conclusão:

Publicidade

Prince of Persia The Lost Crown é um Metroidvania desafiador e divertido na mesma medida, o jogo tem uma mapa imenso, uma história cativante e surpreendente e uma jogabilidade sensacional, parece cedo para falar, mas acredito que já temos o nosso primeiro candidato a jogo do ano de 2024.

Publicidade

Publicidade

Destaque

Jorge da Capadócia | Filme de Alexandre Machafer, estreia nos cinemas em 18 de abril

O filme “Jorge da Capadócia”, dirigido, produzido e protagonizado...

Crítica | Todos Nós Desconhecidos (All of Us Strangers)

Escrito e dirigido por Andrew Haigh (Looking), All of...

Crítica | Duna: Parte 2

Por mais incrível que tenha sido o lançamento do...

Matador de Aluguel | Roteirista do filme original processa MGM pelo uso de IA; Entenda!

Segundo informações da Variety, o roteirista da versão original...

The Smashing Machine | Novo filme da A24 será estrelado por Emily Blunt e Dwayne Jonhson; Confira!

Segundo informações do The InSneider, The Smashing Machine novo filme...
Marcel Botelho
Marcel Botelhohttp://estacaonerd.com
Sou radialista, apresentador de televisão, colunista, redator e escritor, sou apaixonado pela área de comunicação e principalmente por games, desde a minha infância. Como editor e redator da área de games do Estação Nerd, espero levar até vocês muita informação e entretenimento com muita qualidade e alegria.
A franquia Prince of Persia finalmente está de volta, junto com ela, temos a esperança dos fãs de que esta grande série de jogos volte aos seus dias de glória, e apesar de ainda não sabermos exatamente o que esperar do futuro da franquia,...Crítica | Prince Of Persia The Lost Crown