Crítica | The Prom (A Festa de Formatura)

Veja nossos últimos stories

Antes de começar a falar sobre o filme preciso contextualizar que A Festa de Formatura é a adaptação de um musical da Brodway, que por sua vez é inspirado em uma história real. 

Em 2010 a jovem Constance McMillen, de 18 anos, foi impedida de participar da festa de formatura da escola com sua namorada, e ,então decidiu recorrer à justiça. A jovem passou a ser perseguida na escola e a sofrer discriminações. Enquanto isso, os demais pais organizaram um baile para todos os alunos e um baile fake para Constance, sua namorada e outros alunos portadores de necessidades especiais.

O assunto é pesado, sim. Mas não há dúvidas de que Ryan Murphy é O Cara para realizar esse projeto! 

Em The Prom, quatro atores fracassados da Brodway, principalmente criticados por serem narcisistas, buscam por uma “causa” para tornarem o mundo melhor e, consequentemente, melhorarem a própria publicidade. Até que descobrem a Emma (Jo Ellen Pellman), uma jovem do interior de Indiana que está sendo impedida de levar a namorada ao baile de formatura. Os quatro decidem ir até a cidadezinha lutar ao lado de Emma.

THE PROM (L to R) NICO GREETHAM as NICK, LOGAN RILEY HASSEL as KAYLEE, ARIANA DEBOSE as ALYSSA GREENE, ANDREW RANNELLS as TRENT OLIVER, JO ELLEN PELLMAN as EMMA, SOFIA DELER as SHELBY, NATHANIEL POTVIN as KEVIN, TRACEY ULLMAN as VERA, JAMES CORDEN as BARRY GLICKMAN in THE PROM. Cr. MELINDA SUE GORDON/NETFLIX © 2020

Obviamente que Murphy usa e abusa dos estereótipos, beirando o absurdo, com muito glitter, paetês e personagens egocêntricos. Mas para uma comédia fazer sucesso, todos esses clichês precisam ter um pezinho na realidade e uma ligação com o espectador. O roteiro consegue unir as cenas mais teatrais com situações pesadas nas vidas de muitos integrantes da comunidade LGBTQIA+, desde o bullying na escola até mesmo a expulsão de casa pelos próprios pais.

O elenco é simplesmente perfeito! E o roteiro faz jus a todos esses nomes de peso! Começando com a Dee Dee, a estrela decadente interpretada por ninguém menos que Meryl Streep, seguida por Nicole Kidman, James Corden, Andew Rannells, Keegan-Michael Key e Ariana DeBose. Todos têm o seu momento para brilhar individualmente e conquistar o público. 

- Advertisement -

Palmas para Meryl Streep que brilha em absolutamente todas as cenas em que aparece. Mas também é preciso ressaltar que James Corden conseguiu sua redenção depois de Cats ao interpretar Barry. Ele consegue nos divertir e nos emocionar com a mesma intensidade. 

Mas obviamente, um filme com tantos personagens assim, precisa aparar algumas arestas, ou então se tornaria uma série. Em The Prom, como nas comédias clássicas que tanto amamos, não faltam soluções milagrosas para os problemas e redenções repentinas dos vilões. Mas passamos pano para isso facilmente, pois o intuito do longa é a diversão!

Murphy constrói os atos musicais com maestria (traço que trouxe de Glee). As músicas são envoltas em um clima totalmente teatral, com letras que mesclam humor e sentimentalismo, iluminação e ritmo perfeitos. Tudo com muito brilho, muito neon, e uma estética extremamente envolvente!

Revisão Crítica

NOTA
Bruna Carvalhohttp://estacaonerd.com
Ainda esperando minha carta de Hogwarts, mesmo sabendo que a resposta é 42. Desejo vida longa e próspera e que a força esteja com vocês!

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

The Last Of Us – Confira a primeira imagem oficial da série Confira o que foi destaque durante o TUDUM da Netflix What If…? – Confira 24 easter eggs do sétimo episódio! My Little Pony: Nova Geração – Confira a crítica do filme Cry Macho – Confira a crítica do filme A Menina que Matou os Pais – Confira a crítica do filme