seg, 30 janeiro 2023

Entrevista | Paulo Miklos, Thaíde e Iberê Carvalho (O Homem Cordial)

Publicidade

Na noite de retorno aos palcos de uma famosa banda de rock dos anos 1980, um vídeo que envolve Aurélio Sá, vocalista e líder da banda, na morte de um policial militar, viraliza na internet. Essa é a trama central de O Homem Cordial, filme que conta com Pedro Lima, Paulo Miklos, Thalles Cabral, Thaíde, Fernanda Rocha, Murilo Grossi e Thaia Perez no elenco.

Durante a CCXP 22, o Estação Nerd (EN) foi convidado pela O2 Play para entrevistar Paulo Miklos, Thaíde e o diretor Iberê Carvalho, onde pudemos saber um pouco mais sobre a produção que estreia nos cinemas no primeiro semestre de 2023.

Confira o nosso bate-papo:

Publicidade

EN: “Como foi o processo de seleção para participar de O Homem Cordial?”

Thaíde: “Eu fiquei surpreso pela ligação do diretor. Ele me falou que precisa de um ator bonito para o filme, eu já tenho o Paulo (Miklos), preciso de mais um pra balancear. (risos). Mas falando sério: o Iberê fez o contato direto comigo e foi muito legal essa oportunidade. Não teve teste, ele me explicou o roteiro e perguntou se eu queria participar, pude me preparar para o filme com o elenco e tudo foi muito incrível.”

Paulo Miklos: “Eu fiquei muito feliz quando o Iberê me chamou para interpretar um roqueiro dos anos 80, o que eu já sou (risos). Mas ele me explicou toda a história, a mensagem que a produção apresenta e eu me apaixonei pela ideia.”

EN: “Iberê quando você construiu a história, esses eram os nomes que você idealizou ou você tinha pensado em outros atores?”

Iberê: “O nome do Paulo foi o primeiro a vir, enquanto escrevi o roteiro junto com o Pablo Stoll. Começamos a amadurecer essa ideia e deu certo. Já o Thaíde me veio no momento que começamos a elencar. Eu estava em Brasília, conversando com outro cineasta que me sugeriu o Thaíde. Comecei a pesquisar e vi que ele já tinha uma experiência na teledramaturgia.”

EN: “Paulo e Thaíde o que vocês vão levar dos seus personagens para a vida?”

Publicidade

Thaíde: “Eu vou levar a experiência de trabalhar com pessoas competentes, trabalhar com um cantor que é um ator de cinema e com um diretor que me deu uma oportunidade.”

Paulo Miklos:“Eu já vivi muito desse mundo, tenho a experiência de palco, de carreira que é algo que me ajudou muito, pois eu já vivi bastante disso. Muita coisa eu já fiz com muita tranquilidade. Mas foi interessante ter que viver experiência novas, como o conflito com o público. Eu me lembro de uma cena que foi muito estranha para mim, pois o artista é amado pelo público e no filme meu personagem é odiado pelo público e eu ficava como ele consegue viver com isso. Essa experiência eu vou levar comigo.”

EN: “Iberê como vocês vê a cena do cinema nacional na atualidade e O Homem Cordial vem pra revolucionar?”

Iberê: “Até 2018, vivíamos o melhor momento do cinema nacional independente. Levando público para as salas de cinema e ganhando diversos prêmios em festivais. Era o melhor momento do cinema nacional em questão de crítica e público. Houve uma parada de quatro anos, agora o cinema independente começa a ser reerguer. Vivemos uma paralisação, que é fruto de uma irresponsabilidade e de uma falta total de visão do que é o cinema nacional. O filme vem para dar prosseguimento aquele crescimento inicial.”

Publicidade

Destaque

Morre aos 45 anos, a atriz Annie Wersching da série 24 Horas

Segundo informações do Deadline, a atriz Annie Wersching, da...

Homem-Formiga 3 | Sequência tem novo comercial inédito revelado; Assista!

Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania ganhou um novo comercial...

Mistério em Paris | Sequência ganha divertido trailer oficial; Assista!

Mistério no Mediterrâneo 2, recebeu o título nacional de Mistério...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: hiccaro.rodrigues@estacaonerd.com

Deixe um comentário