qui, 18 julho 2024

Existem produtos gamers de qualidade? Minha experiência:

Publicidade

Ao longo de muitos anos, venho testando vários produtos destinados aos gamers que tem a finalidade de melhorar a experiência nos jogos.

Seja para melhorar a performance no competitivo ou aumentar a imersão, estes periféricos gamers possuem um visual característico e uma qualidade, que muitas vezes, tem a fama de não condizer com o preço do produto.

Em muitos casos isso é verdade! Vi muitas empresas surgirem e desaparecerem ao longo dos anos, produtos prometerem inovação e acabarem se tornando tranqueiras com o tempo. Eu me decepcionei muito com algumas marcas, mas felizmente, hoje me sinto a vontade para recomendar algumas, como a HyperX, que me fez confiar de novo nos produtos gamer.

Publicidade

Nas duas últimas gerações de consoles (Ps3 / Xbox 360 e PS4 / Xbox One), com o aumento da capacidade dos hardwares, evoluíram também os periféricos que prometiam vários benefícios.

Nessa época veio uma avalanche de marcas trazendo vários tipos de fones de ouvido, controles, teclados e mouses, com promessas e visuais diversificados, cada vez mais chamativos.

Se por um lado algumas empresas, como a HyperX, conseguiram atingir um bom padrão de qualidade, visual e relação custo-benefício, outras nem tanto. Em grande parte, a beleza do produto não batia com a qualidade e nem com o preço.

Os primeiros fones de ouvido gamers que experimentei há muito tempo atrás, não me impressionaram muito. Alguns tinham uma qualidade de som boa, porém uma construção muito ruim (vou dar um exemplo mais a frente), ou o contrário e algumas vezes, eles até eram bons e bonitos, mas não eram confortáveis. Todos deixavam a desejar em algum aspecto.

Para escolher um bom headset, como o HyperX Cloud S do vídeo acima, de uma maneira simplificada e levando em conta que não são baratos, é preciso estar atento a três principais requisitos:

01) Qualidade do Áudio – Para a maioria dos jogadores, basta a qualidade ser boa o suficiente. Não estamos falando aqui de um fone para edição de vídeos ou produção musical, embora pessoas com um ouvido mais treinado deem muita importância a este requisito, a maioria dos gamers não é tão exigente e só isso pode não valer a diferença no preço.

Publicidade

02) Durabilidade – Agora entramos em um aspecto muito criticado na maioria dos fones gamers. Grande parte destes produtos possuem um acabamento meramente estético e a fim de reduzir custos, muitas empresas usam o apelo visual como atrativo e investem pouco na qualidade dos materiais. Alguns fones que passaram pelas minhas mãos duraram menos de um ano e eu tomo muito cuidado. Por serem produtos caros e que nem sempre tem assistência técnica no Brasil, esse a durabilidade é um fator fundamental na hora de escolher um bom headset gamer.

03) Conforto – Estamos falando aqui, de um tipo de headset que é voltado para gamers hardcore. Nós costumamos passar muitas horas seguidas jogando e conversando por chat. Principalmente nos jogos online, não dá pra ficar tirando o fone toda hora, precisamos de um que seja confortável o suficiente para usarmos direto por muito tempo seguido. O desconforto pode atrapalhar na concentração e comprometer o desempeno do jogador competitivo. Isso faz com que o conforto seja algo indispensável.

O equilíbrio entre estes 3 fatores vai variar de pessoa para pessoa. Quem tem o ouvido sensível vai priorizar a qualidade do áudio, quem não é muito cuidadoso, vai precisar de um fone durável e quem joga por muito tempo seguido, deve focar no conforto.

É raro um fone que atenda todos estes requisitos e que seja bom, tanto para games quanto para ouvir música e isso é algo que os fones da linha Cloud da HyperX fazem muito bem (os da linha Revolver, nem tanto) e a marca conta com assistência técnica no Brasil, o que considero indispensável.

Eu não tive acesso à todas as marcas gamers disponíveis, mas já tive experiência com fones da HyperX, Razer, Sony, Astro, Mad Catz, Turttle Beach, Skullcandy e outras. Além disso, participei de vários eventos onde é possível testar os fones e sentir sua qualidade.

Na BGS de 2014 (se não me engano) uma amiga minha do Chile, que trabalhava em uma importante revista de lá, me apresentou seu fone Cloud da HyperX nas cores branca e rosa. Ele me impressionou à primeira vista pela qualidade do áudio, pelo acabamento que parecia muito bom e pelo diferencial das cores voltadas principalmente ao público feminino, algo incomum na época.

Publicidade

Pouco tempo antes disso, ainda em 2014, eu estava muito decepcionado com qualquer tipo de produto que se dizia “gamer”. Meu headset Turtle Beach Ear Force Z6a havia quebrado do nada, sem ter sofrido queda ou nenhum tipo de impacto. Ele quebrou ao gravar o vídeo acima, e eu só percebi depois (repare na alça perto da minha orelha esquerda).

Vale ressaltar que o volante mostrado no vídeo acima, é da MadCatz, da melhor época da empresa, quando os produtos tinham uma excelente qualidade. Ela fechou as portas por um tempo, mas reabriu recentemente em 2019.

Eu lembrei da MadCatz por que ela é um bom exemplo e mostra que empresas podem mudar com o tempo. Enquanto umas fazem produtos bons até ganharem nome e depois reduzem a qualidade, outras vão evoluindo gradativamente e o que era ruim no passado, pode se tornar bom em algum momento.

O mercado é dinâmico, então, todos os elogios e críticas neste post, são válidos para o momento atual, minha opinião sobre as marcas pode mudar no futuro se a qualidade de seus produtos também mudar.

Foi pouco tempo depois da gravação do vídeo acima, que a marca Mad Catz começou a cair em qualidade, mudando os materiais para um plástico mais barato. Este mouse quebrou e nem jogando eu estava! O botão do meio parou de funcionar enquanto eu apenas rolava a página do site 9gag.com.

Fiquei muito chateado com ambas as marcas e para piorar, nem a Mad Catz nem a Turttle Beach possuíam suporte técnico aqui e o único jeito de recorrer à garantia, seria pagando o frete internacional, que ficaria muito caro e não valia a pena.

Pouco tempo depois a MadCatz faliu! Isso tudo me fez ficar decepcionado com os produtos gamers em geral, pois se até uma marca consagrada estava fazendo produtos de baixa qualidade, como eu poderia confiar nas novas marcas de produtos gamer?

Foi então que em 2016 eu reencontrei minha amiga chilena, onde dividimos um apartamento do Airbnb e pude testar o fone dela com mais atenção. Pude ver que, apesar de já ter dois anos de uso, o fone ainda estava intacto e mesmo na cor branca, ele ainda parecia novo (esse vídeo acima, gravado na época, nem deveria ter sido publicado, estava como privado, mas eu liberei agora).

Antes disso, meu único contato com essa marca era utilizando memórias RAM da Kingston. Eu nem sabia que a HyperX era o nome da linha gamer da mesma empresa, e a Kingston já era conhecida por sua qualidade na fabricação de produtos para PC.

Pedi para que minha amiga me apresentasse aos representantes da empresa, foi quando tive a oportunidade de conhecer o Paulo Vizaco e o Fabio Bottall, já conversei várias vezes e fiz algumas entrevistas, a mais recente delas, na BGS 2019, está no final desa matéria.

Para minha surpresa, no ano seguinte, me enviaram dois produtos que ainda seriam lançados no Brasil, o headset HyperX Cloud Alpha e o teclado Alloy FPS (do vídeo abaixo) para testarmos.

Essa foi uma atitude muito arriscada da HyperX (isso mostra que eles realmente confiam em seus produtos), já que meus reviews anteriores (feitos em meu antigo site) não foram nada amigáveis.

Possuo memórias RAM da Kingston, compradas em 2010 e que funcionam até hoje em um PC velho aqui, e agora que já são mais de dois anos de uso contínuo do fone Cloud Alpha e do teclado Alloy FPS e ambos ainda estão como novos (veja nos vídeos recentes mais acima neste post). Por isso, passei a me sentir muito confortável em recomendar os produtos da HyperX e nunca mais quero correr o risco de divulgar ingenuamente algum produto que seja feito para impressionar no visual, mas que não terá uma boa durabilidade.

Atualmente, a HyperX é a minha marca favorita de produtos gamers. Ela que conta suporte técnico no Brasil e tem vários tipos de equipamentos e acessórios que não irão te decepcionar de forma alguma, diferente de outras marcas por aí que não trazem a mesma qualidade e relação custo-benefício.

Por isso, no momento a HyperX parece ser mesmo a melhor opção dentre as marcas que já tive o prazer de testar por um longo período de tempo. Se você conhece algum produto gamer de qualidade, comente aí em baixo, nós também queremos saber.

Publicidade

Publicidade

Destaque

Divertida Mente 2 | Disney confirma sequência da animação!

Divertida Mente é sem dúvidas um dos maiores sucessos...

Crítica | Hachiko: Para Sempre

Histórias com cachorrinhos sempre são um tópico sensível para...

Crítica | A Filha do Pescador

Em A Filha do Pescador (La Estrategia del Mero),...

Crítica | Hora do Massacre

É um filme que faz o público a todo...
Macaos
Macaoshttps://estacaonerd.com/games
Macaos - Graduado em Jogos Digitais e desde 1998. escrevendo em sites e fóruns de games. Antes disso, colaborador em locadoras de games no início da década de 90; Emfim... um Old Gamer com muita experiência.