Game of Thrones | Confira grandes momentos da série!

Game of Thrones, que talvez seja a série de maior sucesso no mundo, é repleto de momentos marcantes. A grande maioria deles, infelizmente, são momentos tristes.

É inclusive um dos “nortes” da série, que diz que “Todos os Homens Merecem Morrer”. Amanhã, dia 14/04, estreia sua última temporada, e por isso separamos alguns momentos marcantes da série em suas sete temporadas até então!

A morte de Ned Stark

Sem dúvidas o primeiro grande impacto em Game of Thrones. Logo na primeira temporada ver um dos personagens que criaram mais afinidade morrer não foi fácil!

As mortes de Joffrey, Shae e Tywin


Bom, algumas mortes da série também foram comemoradas. Umas delas a do Rei Joffrey. Mas estas mortes revelam que a série foi pensada em seus acontecimentos!

Durante um diálogo com Robin Arryn, Mindinho casualmente diz que as pessoas podem morrer “em suas mesas de jantar, em suas camas ou em seus penicos”. Joffrey morreu no banquete de seu casamento, Shae foi morta por Tyrion na cama e Tywin, seu pai, encontrou seu fim enquanto fazia suas necessidades. 

Casamento Vermelho

Talvez o episódio mais marcante de toda série!

Na segunda temporada, Varys e Tyrion falam sobre como o som de sinos é sinal de algo ruim, com o Mestre dos Suspiros citando “um rei sendo deposto, uma cidade sendo tomada” e Tyrion completando com “um casamento”, praticamente prevendo a sangrenta emboscada que Robb Stark, o Rei do Norte, sofreu pelas mãos dos Lannister.

Daenerys Targaryen e os Imaculados

A “mãe dos dragões” se revela uma grande revolucionária antiescravagista e adquire seu principal exército: os Imaculados, num dos episódios mais comentados na terceira temporada!

Estrategista nata, ela decide fazer negócios com o “dono” de um exército lendário de 8.000 homens, chamados de “imaculados”. Ela propõe trocar um de seus dragões pela tropa inteira e é desrespeitada pelo homem, que acredita estar falando num idioma que ela não conhece. Ela, porém, conhece bem a língua e, ao final da transação, ordena que seu novo exército se volte contra todos os mestres da cidade e liberte seus escravos. Ela também ordena que o dragão mate o homem que a insultou. 

A Morte de Hodor

Bom, como disse anteriormente, a série foi toda pensada em seus acontecimentos! Neste caso, o episódio mais triste de todos, confirma essa premissa!

Enquanto Bran compartilha visões com o “corvo de três olhos” e aprende a seguir seus passos, um grupo de Caminhantes Brancos descobre seu paradeiro e se aproxima da caverna onde ele, Hodor, uma jovem chamada Meera (Ellie Kendrick), o lobo Verão e uma Criança da Floresta (Kae Alexander) se escondem. Todos tentam ganhar tempo para Bran, mas um acidente acontece: ele tem uma visão de seu pai no passado, em que um pequeno Hodor também está presente. Com a consciência dividida entre os gritos de Meera na vida real e a visão de Hodor no passado, o jovem Stark acaba compartilhando o que ouve com o garoto e ele, perturbado pela invasão mental, se vê repetindo as palavras de Meera num futuro distante até não conseguir dizer mais nada: “Hold the Door” (segure a porta), enfim, se comprime e se transforma em “Hodor”, que será a única palavra que ele pronunciará para o resto da vida. No presente, Hodor segura a porta até o fim, sendo finalmente vencido pelos Caminhantes Brancos.

A Batalha dos Bastardos

Jon Snow se reencontrou com Sansa, após ela passar a temporada inteira sendo abusada por Ramsay Bolton (Iwan Rheon), que invadiu Winterfell e substituiu Joffrey como a pessoa mais detestável do reino. Os dois irmãos decidiram enfrentá-lo no campo, apesar dos avisos de Sansa de que suas tropas não seriam suficientes. Para piorar, Ramsay está com Rickon (Art Parkinson), irmão mais novo dos dois.

Quando Ramsey finge libertar Rickon, só para matá-lo com uma flecha a poucos metros de Snow, o confronto se torna pessoal. O que se sucede é uma confusão lamacenta, sangrenta e sufocante, com corpos se amontoando uns sobre os outros e Snow tentando respirar, espremido bem no meio da matança. Quem salva o dia e finalmente mostra a que veio é Sansa, que se aliou a Mindinho (Aidan Gillen) e convocou o reforço dos soldados do Vale.

O episódio termina com a vitória dos Starks e a vingança de Sansa contra Ramsay.

A Queda de Viseryon

Com a quantidade de fatalidades que George R.R. Martin escreve no roteiro, claramente não foi uma surpresa um dos dragões vir a morrer, mas aém de ser trágico cria um enorme suspense para a nova temporada, justamente porque o Rei da Noite transformou Viseryon em um dragão zumbi.

A oitava temporada Game of Thrones será mais curta que as anteriores, com seis episódios, mas que terão duração maior, próximas ao tempo de um filme (algo entre 1h30 e 2hs). Lançada em 2011, a série é baseada nos livros ‘As Crônicas de Gelo e Fogo’, de George R.R. Martin. A versão literária, no entanto, tem cinco livros e ainda não chegou ao fim. 

Ansiosos para a estreia?! E para vocês, quais episódios foram os mais marcantes?

Uillian Magelahttps://estacaonerd.com
Co-Criador do Estação Nerd. Chamo ele de filho sim. Já fui crítico para o Blog Preguiça Alheia e para a CINEART. Palestrante nas edições da Campus Party. Mantenho a paixão por cinema desde criança e meu maior sonho é ter um sabre de luz para cortar a lua ao meio. A, SEMPRE escolha a pílula azul. Não faça como eu!

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

SE LIGA

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...

Crítica | The I-Land – 1ª Temporada

The I-Land , nova série da Netflix possui a seguinte sinopse: Dez pessoas acordam em uma ilha traiçoeira, sem memória de quem...