La Casa de Papel | Resumão da primeira temporada

A série mais amada e aclamada da Netflix – segundo a fonte: eu mesma – está de volta na próxima semana e nós do Estação Nerd trouxemos um resumão pra vocês, dos acontecimentos MAIS FODAS E IMPORTANTES da primeira temporada.

Antes de começarmos, já deixo claro: EU SEI que a maioria de vocês estão de boa em casa em quarentena, e terão tempo pra ver tudo antes de começar a nova temporada. Maaaasssss…. “podes ter um pouquinho de empatia?” pelos amiguinhos que ainda estão trabalhando (home-office ou não) e que não têm TANTO tempo disponível assim? Sem falar que a série é tão boa, que até você que já viu tudo mas já esqueceu, vai querer ler o resumo.

Eu particularmente acredito que o BOOOM da série se deu por conta da genialidade do roubo e do personagem chave de toda a trama: o Professor! A polícia faz suas manobras e pensa que está à frente do personagem quando de repente, pega uma carta SORTE OU REVÉS e pimba! VOLTE DEZ CASAS, OTÁRIO! O brasileiro gosta –até demais– de desafiar autoridades, e quando é pra se auto beneficiar então… melhor deixar pra lá.


A primeira temporada mostra o grupo de 8 assaltantes, (cada qual com seu nome ocultado dando lugar ao nome de uma cidade/capital referência no mundo todo) invadindo a Casa da Moeda da Espanha para fazer acontecer o MAIOR ROUBO DA HISTÓRIA. Isso tudo se deve ao fato GENIAL de que eles não entram pra roubar o cofre e sim para FABRICAR o próprio dinheiro!!!!!!!!!!

Bora lá:
Enquanto os oito ladrões ficam um bom período dentro da Casa da Moeda para ter tempo de fabricar o próprio –rico– dinheirinho, o icônico Professor fica do lado de fora, fazendo a polícia espanhola de trouxa e deixando eles no chinelo a cada novo desenvolvimento. É claro que esse jogo de gato e rato é muitíssimo bem desenvolvido até o fim da trama, e chega a ser impressionante em como tudo é tão imprevisível.

Desde o começo o plano é bem complexo, mas o Professor tem várias cartas na manga. Porém, existem dois enormes potenciais para colocar tudo em risco:

1- O (des)temperamento dos assaltantes;

2- O refém rebelde metido a herói –AURTURITO SEU FILHO DA PUTA, É DE VOCÊ MESMO QUE EU TÔ FALANDO-

Não podemos esquecer de mencionar, em como a serie nos mostra a perspectiva de um grupo que se rebela contra o capitalismo e que nos faz torcer para os bandidos, ainda que saibamos que seja errado. O tempo todo nos passam uma imagem de benfeitores que chega a ser impossível não comprar. Nessa série você é OBRIGADO a ter um BANDIDO DE ESTIMAÇÃO 🙂

Após o professor recrutar as 8 pessoas para seu grupo, ele os reúne em um casarão antigo para ensiná-los todos os passos (reais e falsos) do crime. Ele realmente se torna um professor, com direito a lousa e giz, para ensiná-los a como se safar de várias emboscadas que ele já prevê que a polícia faça. Logo no começo você já vê como o personagem é um calculista ao extremo e em como é inteligente perante várias situações de risco.

O roubo começa quando uma turma de estudantes estão fazendo um tour pela Casa da Moeda. O grupo entra e dá início ao assalto, mas a jogada mestre desse momento são os reféns da turma escolar. Isso até passaria despercebido, se não fosse por uma única vítima: Alison Parker (filha do embaixador britânico). É justamente ela, que vai servir de entrave para que a polícia pense duas vezes antes de atacá-los.

O banco é selado e logo a polícia é acionada. Como sempre, é apresentado um(a) policial para conversar com os assaltantes, e tentar uma negociação. Raquel Murillo cumpre muito bem seu papel, mas infelizmente ainda não é o suficiente para ficar à frente do Professor.

Em um dado momento, a policia espanhola consegue invadir o celular de Alison e abrir as imagens da câmera frontal. Ali acontece o primeiro deslize: A identidade de um dos ladrões (Rio) é revelada! Nesse meio tempo, Raquel conhece o Professor sem saber de sua verdadeira identidade. E ela até desconfia do personagem num primeiro momento (sexto sentido de mulher é FODA né mores), mas depois acaba se deixando levar.

Neste momento, a polícia faz uma tentativa invasiva de assustar os assaltantes mas tudo dá errado pois não contavam que, os reféns estariam vestidos exatamente iguais aos assaltantes. Todos, sem exceção, estão utilizando macacão vermelho, mascara de Salvador Dali e réplicas de fuzis e outros armamentos. O passe errado da polícia dá mais errado ainda quando, um pequeno grupo de bandidos se junta à uma enorme turma de reféns e vão todos ao terraço do prédio. A polícia está a postos armada do outro lado, com a mira nos rebeldes de vermelho. Mas neste momento, com todos mascarados e de roupa igual, como diferenciar bandido x refém? A resposta vem quando um deles tem um comportamento explosivo e atrapalhado. A polícia atira e o alvo recebe a bala no peito, fazendo dessa cena um verdadeiro espetáculo. E ainda não terminou: o baleado era ninguém menos que ARTURITO –o cuzao diretor da Casa da Moeda. –uma pena que não morreu aí

Com esse acontecimento de um refém em estado crítico de saúde, os assaltantes liberam uma equipe médica dentro do prédio para curar/tratar dos ferimentos de Arturito (OH GOD WHY?). Acontece que, uma pessoa da equipe médica é infiltrado da polícia. Mas veja bem, o Professor já havia se antecipado sobre isso. Assim que chega, Angel (o espião) precisa tirar seus óculos e é justamente neles que, um dos membros da gangue instala uma escuta imperceptível sob as astes dos óculos. Guarde bem essa informação pra depois.

Avançando um pouco, Berlim descobre que Monica (até então secretária de Arturo Arrombado Román), está portando um celular clandestino. Com pouco discernimento e ponderamento, o mesmo pede que Denver leve Monica para um local afastado e a apague (coitada mano).
A tensão é elevada ao máximo, mas Denver não consegue cumprir com a ordem de Berlim, e atira em uma das pernas da secretária, para que haja sangue o suficiente e consiga despistar o assaltante líder. A estratégia funciona e Denver consegue levá-la até o cofre para que fique escondida. Mas a saúde da moça se agrava pois não foi revelado aos assaltantes que, desde o início, ela estava esperando um filho. De quem? Isso mesmo. DO ARROMBADO DO ARTURITO.

Enquanto Rio se desespera com sua imagem na TV, o Professor precisa se desdobrar em dez para apagar uma pista deixada por descuido, por um dos assaltantes. Com o tempo curto, poucas ferramentas e com a polícia na sua cola, ele consegue se safar mais uma vez. –Nem vou descrever muito porque a cena fala por si só.- REPAREM NO BOTÃO DEIXADO NO BANCO DO CARRO PELO PROFESSOR.

Nessa altura do campeonato, finalmente a polícia desconfia que exista um espião entre eles –jura?– e a situação coloca em cheque a confiança de Raquel em Angel. A polícia descobre então a identidade de Berlim (lembra do botão?) e o expõe e o difama para a mídia. O mesmo fica –putinho– e começa a gerar conflito com seus colegas e com os reféns.

Para começar a ter as Provas de Vida, Raquel entra na Casa da Moeda para ter certeza de que nao há feridos (especialmente a filha do embaixador britânico). Constatando que todos estão bem e em boas condições, quando sai do prédio, Raquel e Angel questionam ainda mais a lealdade um ao outro.
É claro que em todos os filmes clichês sobre assalto, existe um refém metido a herói que confabula um plano de fuga com meia dúzia de –gato pingado– outros reféns. E o metido a herói é quem? ARTURITO PORQUE ME MATASTES DE RAIVA A TODO MOMENTO?

Um roubo genial como esse não poderia ter se criado do nada e Professor conta quem lhe deu a idéia do roubo e como ele a aperfeiçoou. Nessa parte, é finalmente mostrada a história do Professor, de nome real Sergio Marquina. O mesmo conta a infância difícil que teve, passando todo o tempo doente em um hospital e ouvindo historias brilhantes que seu pai lhe contava sobre roubos. Quando o pai falece, baleado na porta de um banco, é que Sérgio se dá conta de que as histórias nunca foram filmes e sim historias reais de seu pai. E é nesse momento que ele começa o planejamento do maior roubo da história, juntamente com seu irmão Andrés de Fonollosa, o Berlim. É nessa parte também que alguns reféns conseguem fugir, golpeando Oslo na cabeça e deixando-o em estado vegetativo.

A primeira parte da temporada, termina com 13 episódios e mostrando Sérgio chegando à casa de Toledo, juntamente com Raquel e se deparando com uma enorme equipe policial buscando por pistas do grupo de assaltantes.

Não poderia deixar de citar, é claro, a cena final. Essa é, talvez, a cena que mais tenha marcado. Tanto pela musica expressiva (e grudenta) como pelo significado que existe para os irmãos Sergio e Andrés. UM BELO TCHAU pra vocês, e segura que logo vem o resumão da segunda temporada !

Em breve lançaremos o resumão da segunda temporada. Aguardem!

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

AS MAIS LIDAS