La Casa de Papel | Resumão da Terceira Temporada

A terceira temporada de La Casa de Papel já chega com tudo e arrepiando até os cabelinho – não disse de onde-!
Depois do maior assalto da história na Casa da Moeda da Espanha, o grupo de assaltantes estão de volta desta vez com um plano muito maior!

Isso tudo porque Rio e Tokio cometem um deslize grave: despertar a atenção da Polícia.
O primeiro episódio mostra a vida de cada um dos assaltantes pós roubo, curtindo suas vidas com o dinheiro roubado nas últimas duas temporadas. O grupo se dividiu em duplas, ficando Helsinki+Nairobi, Denver+Mônica, Rio+Tókio e Professor+Raquel Murillo. Cada dupla ficou em um país e continente distinto e o primeiro episódio mostra Tokio e Rio nas ilhas caribenhas, curtindo muito a vida de casal. Mas depois de dois anos, Tokio decide que precisa ver gente e bagunça e acaba deixando Rio na ilha. Numa tentativa burra apaixonada, Rio entrega a Tókio um telefone via satélite para que se falem quando estiverem com saudades. Três dias se passam e Rio liga para ela, mas a Interpol intercepta a ligação descobrindo a localização dos dois assaltantes. Rio por estar isolado numa ilha, não consegue fugir, mas Tókio consegue enganar a polícia e correr de imediato para procurar Professor.

Em uma conversa entre ela, Professor e Raquel, eles entendem que não foi noticiada a prisão de Rio pela Interpol, e que então, por isso, estavam torturando-o e mantendo-o em algum local escondido para que tivessem tempo de fazer o que quisessem para torturá-lo e conseguir mais informações dos outros assaltantes. Sendo assim, Professor convoca todos os membros do grupo e explica: “vamos salvar Rio”. Como?? “Roubando. É o que sabemos fazer.


E a primeira parte do plano é: roubar o Ouro da Reserva Nacional Espanhola.
E de que forma poderiam começar? Fazendo barulho. MUITO barulho!

Eles lançam então uma boa quantidade de zepelim -prateado- branco com o desenho da icônica máscara de Dali, e fazem LITERALMENTE chover dinheiro: 140 milhões de Euros são caindo do céu de Madrid.


A bagunça toda serve para Sérgio aparecer em um telão pra cidade toda e anunciar um novo assalto. Seria uma RESISTÊNCIA contra a atitude da polícia de torturar Rio fora da legalidade.

Em um dado momento, Professor explica em como desta vez será muito diferente, porque uma vez que entram no cofre, o compartimento é inundado, deixando todos em situação de risco de afogamento.
A jogada de mestre para entrarem no banco sem serem notados, se dá em instaurar o pânico e caos na polícia, que fica tão apavorada que coloca o exército em peso e de prontidão em todos os bancos e instituições financeiras da cidade. Quando isso acontece, Sérgio e Raquel já estão com rádios e telefones da polícia grampeados e descobrem que o batalhão que seguirá para o banco alvo e reforçar a segurança, será o BRIPAC. Então rapidamente, o grupo já se encontra com seus comboios, todos fardados e imitando o sexto batalhão batalhão das BRIPAC. Com isso, eles seguem até o Banco Nacional e conseguem utilizar inclusive da força tarefa da guarda civil, para adentrar no local. Uma vez dentro do banco (disfarçados de militares), o grupo comemora o primeiro sucesso do plano.

Tokio e Nairóbi precisam pegar um cartão de acesso (que é uma das peças-chave para o plano funcionar) com um governador do banco. As coisas saem um pouco do controle, mas Palermo ajuda as duas em situação de risco. Eles conseguem o cartão de acesso, mas em um confronto com um dos guardas do governador, estilhaços acertam os olhos de Palermo, prejudicando a visão do mesmo. Todos voltam aos reféns no salão central e Nairóbi escolhe 4 falsos reféns para ajudar numa tarefa. Depois que todos são escolhidos, vão em direção ao elevador e lá é revelado que são todos soldadores do mesmo grupo e estão lá para ajudarem a passar pelo cofre que inunda. A idéia é: não abrir a porta e sim, um buraco através dela. Com este buraco, eles colocam uma câmara que a atravessa, tornando possível a passagem de um deles de um lado ao outro, (com tanques de oxigênio) para fazerem o transporte das barras de ouro.

A polícia descobre que todos estão grampeados e decidem confiscar os celulares de todo mundo. Isso deixa Professor e Raquel um tanto quanto “cegos e surdos”, tendo que optar por um método arcaico (porém genial) para falar com a polícia sem serem descobertos.
Arturito ARROMBADO Roman é chamado para ajudar a polícia a descobrir quem poderia estar no comando do grupo desta vez, já que Berlim havia falecido no primeiro roubo. Arturo indica Denver e a polícia o torna alvo principal e se prepara para invadir.

Está chegando a hora em que a polícia pode entrar dentro do banco e enquanto isso os assaltantes tentam abrir as portas do fundo do cofre. Porque? Porque no fundo do cofre existem as caixas vermelhas, onde constam papéis sigilosos de crimes do governo espanhol que são confidenciais e que não podem de maneira alguma vir a público. Contudo, somente o governador pode abrir a porta, mas em uma discussão com Denver, ele acaba ferido e inconsciente. A solução então é explodir a porta, causando um estrondo embaixo d’água.

A polícia está preparada para entrar quando Denver vai até o lado de fora segurando as caixas vermelhas deixando claro que agora, eles tem uma carta na manga que os policiais não podem ir contra. Eles recuam e todos os assaltantes voltam pra dentro do banco. Do lado de dentro, Nairóbi mostra como estão derretendo o ouro ali mesmo e transformando-o em bolinhas minúsculas como farelo e sendo amontoadas em um grande saco.

A nova inspetora chega já deixando Professor e Raquel instáveis, sobrepondo o jogo psicológico dos dois e deixando Raquel em uma situação difícil: tendo que escolher entre Professor ou sua mãe e sua filha.
A polícia consegue neutralizar as provas que os assaltantes conseguiram com as caixas vermelhas, soltando na imprensa várias notícias falsas (assim, não conseguiriam discernir o que era verdade e o que seria fake). Com essa carta na manga invalidada, os policiais decidem invadir o banco novamente, através de entradas de ar que haviam no teto do edifício. Mas tudo dá errado pois o grupo já sabia onde eles poderiam descer e os encurralaram em uma sala onde haviam explosivos por toda parte. Assim que foram encurralados, os demais assaltantes gravaram cenas dos policiais de elite encurralados, sem roupa e cantando Bella ciao. Isso foi o que serviu de barganha para o Professor conseguir Rio de volta: a polícia entregava Rio para os assaltantes de volta, e o Professor liberaria 40 reféns + policiais de elite+não divulgação do vídeo.

Parte 1
Parte 2

Rio entra no banco e se junta a seus comparsas. Em uma conversa via rádio com o professor, eles descobrem que Rio estava com uma escuta implantada em seu corpo. Tókio consegue alertá-lo sobre isso sem que a polícia descubra. Pouco depois disso, Angel consegue se aproximar de onde Raquel e Professor estavam mas os dois conseguem fugir. Professor sobe em uma árvore de altura considerável e utiliza um manto camuflado, mas Raquel não obtém o mesmo sucesso ao subir nas árvores e é obrigada a improvisar e a correr para uma fazenda que está próxima. O cerco está cada vez mais se fechando, e a polícia está cada vez mais perto.

O último episódio trás muitas reviravoltas. A polícia é novamente feita de trouxa pelo Professor, que a faz acreditar em uma fuga dos assaltantes quando na verdade a polícia está apenas seguindo um furão pelos canos de esgoto.

Sierra, cansada de ser passada pra trás, decide atingir um deles direto onde dói: no coração (literalmente). Ela descobre o ponto fraco de Nairóbi e utiliza disso para desestabilizar o grupo. Ela encontra o filho de Nairóbi e o leva para a frente do banco, e quando a assaltante vai até a janela para olhar o filho, um franco atirador a acerta bem no peito.

Com todos os assaltantes ocupados tentando ajudar Nairóbi, a polícia finalmente decide invadir de verdade. Tókio e Rio se colocam de frente para a saída com duas bazucas e Denver abre a porta. Os tanques da polícia estão bem próximos da entrada e Tokio e Rio disparam e uma explosão se forma do lado de fora. A polícia recua, dando mais tempo aos assaltantes. Enquanto isso, uma parte da polícia que seguia Professor e Raquel encontra a ex inspetora e finge executá-la. Professor ouvindo tudo, acredita que sua amada realmente foi apagada e declara que agora já não se trata mais de um roubo, e sim, de uma GUERRA.

Amanhã, 03 de abril, sai a quarta temporada e veremos o desfecho deste roubo. As 3 coisas que espero que aconteçam nessa temporada são:
1- Nairóbi saia viva;
2- Sierra saia humilhada (Arturito incluso);
3- Que o roubo seja finalizado com sucesso.

É isto. Bora aguardar virar o dia pra poder ver o final de toda essa história !

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

AS MAIS LIDAS