Início Notícias No mês do Orgulho LGBTQIAP+, Telecine traz finais felizes dentro e fora...

No mês do Orgulho LGBTQIAP+, Telecine traz finais felizes dentro e fora das telas; Confira!

0
50

O cinema tem sempre uma boa história e todas merecem um final feliz, inclusive fora da ficção. E se todo mundo se juntasse para tornar a inclusão, a diversidade e o respeito aos protagonistas da vida real, impactando seus desfechos? Apoiador da comunidade LGBTQIAP+, o Telecine acredita que, assim como o cinema tem a missão de contar e inspirar histórias, as experiências fora das telas também têm essa mesma função.

A diversidade sempre foi um dos pilares do Telecine, se refletindo de forma orgânica desde o momento da aquisição de conteúdo. Mas, desde 2018, a marca se junta ainda mais à luta LGBTQIAP+. De lá para cá, o Telecine levantou a bandeira, mostrando como a representatividade no cinema é essencial e valorizando histórias reais de pessoas que desejam amar sem medo. Pensando em cada vez mais dar voz à comunidade, em 2020 surgiu o Colorbar, grupo LGBTQIAP+ que nasceu organicamente entre os funcionários do Telecine e reforça a conscientização e engaja a equipe com a causa durante todo o ano.

Do coletivo, também surgem campanhas voltadas para o público como a do Dia do Orgulho, celebrado em 28 de junho, que este ano traz como conceito “O cinema tem sempre uma boa história. E um final feliz cabe em todas”. Em uma vinheta especial, narrada pelo artista e ativista Silvero Pereira, cenas de filmes com a temática e cheios de superação se misturam até traduzirem em imagens como todo fim pode ser diferente e motivador. Com uma mensagem carregada de esperança, a narrativa também percorre marcos inesquecíveis na vida de uma pessoa LGBTQIAP+, como o momento da descoberta, a “saída do armário”, o primeiro amor e a rede de apoio.


“O Telecine respira cinema e tem em seu catálogo conteúdos ricos que agregam à pauta, queremos ressaltar a importância da presença dessas histórias na vida das pessoas e, de alguma forma, trazer visibilidade à causa. Sabemos como um filme é capaz de abrir diálogos e quebrar preconceitos, podendo até mesmo transformar a percepção de quem o assiste. Por isso, nosso carinho vem desde a curadoria do acervo”, descreve Ana Beatriz Parente, gerente de Comunicação e Branding do Telecine, que destaca ainda a criação em 2022 da sessão Vozes do Cinema, espaço na programação dedicado ao cinema representativo.

“O principal propósito da sessão é contribuir com debates de assuntos urgentes, levando para o público produções sobre conscientização racial, empoderamento feminino, inclusão, diversidade e mais. A cada mês, uma temática é escolhida e, em junho, a seleção reúne filmes LGBTQIAP+”, explica Ana.

Colaboradora do Telecine e uma das integrantes do Colorbar, Yas Campbell reflete a principal missão da nova campanha da marca: “Já que demonstrar orgulho é sensibilizar pessoas a compartilharem suas histórias, o intuito do coletivo é mostrar como a comunidade é cada vez mais representada nas telas, ganhando maior visibilidade e fazendo com que se identifiquem”. Ela reforça ainda que, para o Mês do Orgulho, o grupo quer aprofundar as conversas sobre o tema nas redes sociais, sendo assim o Telecine prepara o manual de “como ser um aliado de orgulho” e uma live especial com Silvero Pereira para o dia 28. “O Colorbar está crescendo e estamos construindo junto com a empresa a identidade do coletivo, promovendo trocas internas muito positivas e dando espaço ao que é relevante para nós LGBTQIAP+”, comenta Yas.

A programação do Telecine Touch também dedica à data uma seleção especial de longas. A maratona é exibida no dia 28, a partir das 13h15: Eu Não Quero Voltar Sozinho, Tomboy, Descobertas do Amor (2016), Praia do Futuro, Me Chame Pelo Seu Nome, Depois Daquela Festa, Milk – A Voz da Igualdade, Rafiki e Retrato de uma Jovem em Chamas. No catálogo do Telecine, a cinelist Orgulho LGBTQI+reúne mais filmes que celebram todas as formas de amor.

Publicidade

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um comentário