Durante a última Nintendo Direct, que ocorreu no dia 04 de Setembro, a Nintendo fez vários anúncios que animaram toda a comunidade gamer. Tem jogos para jogares casuais, como Kirby e o novo Zelda, mas também houveram anúncios para os gamers que se consideram mais hardcore. Além da chegada de Doom 64, em novembro, a grande Nintendo anunciou que Overwatch está chegando para o “portátil”.

Exatamente! O jogo da Blizzard que atrai mais jogadores a cada dia e tem os campeonatos mais frenéticos do mundo, Overwatch, chegará em outubro para o Nintendo Switch trazendo algumas jogabilidades inovadoras, como o controle de movimento. Mas oque podemos esperar do jogo? Vem conferir!

Trailer da edição lendária de Overwatch para Nintendo Switch

É claro que todo jogo que chega ao Nintendo Switch parece ser a melhor coisa do mundo. Só a ideia de poder jogar Overwatch em qualquer lugar a qualquer momento já é de abrir um sorriso. Quando Cuphead lançou tive a mesma sensação. Para jogos mais arcade, como Mario ou Hotline Miami, o Switch é a plataforma mais recomendada atualmente. Pois ele traz uma jogabilidade dinâmica e com várias possibilidades. Mas será que funciona para jogos competitivos como Fortnite, Paladins e Overwatch?

Se você quer apenas se divertir e matar aquele tempinho de tarde, Paladins pode ser a opção perfeita para um Switch, mas isso não o torna um bom console para quem quer subir de elo e jogar de forma mais séria. Nunca será possível, em uma partida de Fortnite, construir, no console da Nintendo, de forma tão ágil e veloz que se constrói no computador. Então oque faria ser possível usar, com primor, a ult da Tracer ou até mesmo dar tiros certeiros usando a Black Widow?

Overwatch é um jogo que traz DEZENAS de jogabilidades diferentes entre seus personagens, e é claro que cada personagem pode ser melhor explorado se o jogador estiver usando os apetrechos certos. Um personagem que não necessite de uma mira tão precisa, como o Junkrat, vai se adaptar muito bem com o controle de movimento que a Nintendo prometeu para o jogo. Mas é algo que iria prejudicar o desempenho em personagens como Bastion. Isso faz com que o jogo não possa ser jogado de forma competitiva? Claro que não! Mas não é de se esperar um desempenho tão exemplar quanto alguém que treina usando um mouse e um teclado.

Mas aí entramos em um outro ponto interessante para ser debatido. Quem são os jogadores competitivos? Quem quer jogar o jogo de forma séria, sempre optará por um computador. Isso deixa espaço para que os consoles sejam usados apenas como forma de diversão para quem não se interessa tanto por medalhas e elos.

Analisando a partir desse novo olhar, o Switch consegue se tornar uma ótima casa para Overwatch. Se a ideia é divertir o jogador e trazer ainda mais players para o game, qual o melhor console para isso? O portátil da Nintendo está vendendo cada vez mais no mundo inteiro. Inclusive, a nova versão do Switch esgotou um poco tempo no Japão, o país que mais consome o produto.

Agora oque nos resta é esperar o lançamento e ver jogadores, que não tenham um bom computador, comprando o game e se unindo a essa comunidade incrível que a Blizzard conseguiu criar em alguns anos de trabalho duro!