Peça de teatro virtual e interativa  é atração especial do #MISemCasa na semana 

Veja nossos últimos stories

O MIS – Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, está fechado desde março de 2020 por conta da pandemia do Covid-19, mas conta com uma programação online e gratuita muito legal!

No sábado, dia 27 de março, o MIS, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, traz uma atração especial para os fãs de teatro dentro da programação do #MISemCasa. Em parceria com a Cabocla Produções, o público confere quatro apresentações ao vivo do espetáculo virtual Microalucinações Amorosas – Uma peça videoclipe, com texto inédito de Amarildo Felix e direção de Lavínia Pannunzio. Com encenação inspirada no universo dos videoclipes, o espetáculo interativo teatral on-line traz no elenco as atrizes Cacá Fonseca, Francine Souza, Gabrielle Araújo, Julia Horta e Maria Helena. Cinco vozes femininas em diferentes situações convergem as suas histórias para o mesmo caminho: o instante limítrofe da criação. O público poderá conferir quatro apresentações, gratuitas, sempre ao vivo no canal do MIS no YouTube: às 13h, 16h, 19h e 21h30. 

Completam a agenda da semana do #MISemCasa: Ciclo de Cinema e Psicanálise com Os 7 de Chicago, na terça-feira; Notas Contemporâneas com Tetê Espíndola,na quarta-feira; Videoartepapo com Lia Chaia, na quinta-feira; e #Cineciência – Pequena Grande Vida, no domingo. O #MISemCasa acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura. 

O MIS agradece aos patrocinadores, apoiadores institucionais e operacionais e patronos: Youse, Kapitalo Investimentos, Cielo, TozziniFreire Advogados, Bain & Company e Telhanorte. 

Programação #MISemCasa | YOUTUBE MIS | 22 a 28.03 

23.03 | Terça-feira | 20h – ao vivo | Ciclo de Cinema e Psicanálise – Os 7 de Chicago 
O Ciclo de Cinema e Psicanálise (programa realizado pelo MIS, em parceria com a Sociedade Brasileira de Psicanálise e a Folha de S.Paulo) traz mais uma edição sobre um premiado filme no dia 23 de março, terça-feira. A atividade, que apresenta a cada quinze dias um debate ao vivo com um jornalista cultural ou convidado do Grupo Folha e um psicanalista convidado, aborda desta vez o longa Os 7 de Chicago (Aaron Sorkin, EUA, 2020, 2h10m, 16 anos, disponível na Netflix), às 20h. Inspirado em uma história real, Os 7 de Chicago acompanha e resgata os protestos contra a guerra do Vietnã durante a Convenção Nacional do Partido Democrata, em 1968, nos EUA. 
Para debater o filme, que conquistou recentemente o Globo de Ouro 2021 de melhor roteiro (dentre outras premiações), os convidados serão Marcella Monteiro de Souza e Silva (SBPSP) e Luís Francisco Carvalho Filho (Folha de S.Paulo). A mediação é de Luciana Saddi, coordenadora de Cinema e Psicanálise da Diretoria de Cultura e Comunidade da SBPSP. 

24.03 | Quarta-feira | 20h | Notas Contemporâneas – Tetê Espíndola 
O programa Notas Contemporâneas registra depoimentos de significativos nomes do cenário musical brasileiro, erudito e popular, cuidando da manutenção da prática de história oral do MIS, um dos pilares de criação do museu. Durante o #MISemCASA, uma série de edições inéditas a partir desse material vem sendo apresentada, com organização e curadoria da historiadora Rosana Caramaschi, responsável pela entrevista, pesquisa e roteiros desde o primeiro programa, em 2011. Esta edição apresenta trechos do depoimento de Tetê Espíndola, que, em maio de 2016, esteve presente no Notas Contemporâneas. 
Terezinha Maria Miranda Espíndola – na cena musical conhecida como Tetê Espíndola – é cantora, compositora e instrumentista. Nasceu em Campo Grande/MS em 11 de março de 1954. Neste depoimento para o MIS, recordou que nasceu em uma família grande e de artistas. Iniciou-se musicalmente tocando craviola no conjunto Luz Azul, em Campo Grande. Seu primeiro disco foi em 1978, Tetê e o Lírio Selvagem, produzido em um período que morava em São Paulo pela primeira vez. Em 1981, defendeu a valsinha Londrina, composição e Arrigo Barnabé, no Festival MPB Shell. Desde então, tiveram diversas parcerias, até Tetê ser um dos nomes da vanguarda paulista. Sua voz tem um timbre e extensão incomuns, é uma artista que tem orientado seu trabalho através de incursões pela vanguarda, praticando experimentalismo a partir de uma extensa pesquisa com sons de pássaros. 

- Advertisement -

25.03 | Quinta-Feira | 19h – ao vivo |  Videoartepapo – Lia Chaia
Quinzenalmente, o MIS apresenta um bate-papo ao vivo sobre videoarte, comandado pela videoartista Marcia Beatriz Granero, lançando luz sobre os diversos trabalhos que integram o Acervo do Museu e convidando artistas representativos. Nesta edição, Marcia Granero conversa ao vivo com a artista Lia Chaia. 
Lia Chaia nasceu em 1978 na cidade de São Paulo, onde vive e trabalha. Formada em artes plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado, em paralelo estudou dança e clown. Sua obra transita por diferentes suportes e linguagens, como fotografia, vídeo, performance, desenho e instalação. Entre as questões de seu interesse, estão as percepções e vivências do cotidiano, como a permanente tensão entre espaço urbano, corpo e natureza. Para dar conta dessa complexa trama de questões, a artista procura refletir em seu trabalho sobre a dissolução das fronteiras entre suportes e linguagens. 

27.01 | Sábado | 13h, 16h, 19h e 21h30 – ao vivo | Espetáculo Microalucinações Amorosas – Uma peça videoclipe 
Em parceria com Caboclas Produções, o #MISemCasa traz quatro sessões gratuitas do espetáculo Microalucinações Amorosas – Uma peça videoclipe, com texto inédito de Amarildo Felix e direção de Lavínia Pannunzio. Com encenação inspirada no universo dos videoclipes, o espetáculo interativo teatral on-line traz no elenco as atrizes Cacá Fonseca, Francine Souza, Gabrielle Araújo, Julia Horta e Maria Helena. Cinco vozes femininas em diferentes situações convergem as suas histórias para o mesmo caminho: o instante limítrofe da criação. 
Para a encenação desta dramaturgia fragmentada e muito feminina, Lavínia Pannunzio optou por um caminho que mergulha na linguagem de videoclipe, pensando nas novas interações digitais entre o artista e o espectador que consome produções audiovisuais on-line, principalmente em redes sociais como Instagram e TikTok. Mesclando teatro e audiovisual, a peça conta com criação visual do videoartista Flavio Barollo. A trilha sonora assinada por Barulhista foi composta originalmente para o projeto pensando numa ambientação sonora cinematográfica, que tenha convergência com os efeitos visuais aplicados. A direção de arte é assinada por Antônio Vanfill, que elaborou figurinos e adereços de cena em um processo de criação remota com a equipe. 
O público poderá conferir quatro apresentações do espetáculo, sempre ao vivo no canal do MIS no YouTube: às 13h, 16h, 19h e 21h30. 

28.03 | Domingo | 17h – ao vivo | #Cineciência – Pequena Grande Vida 
O #CineCiência, programa que traz debates com especialistas sobre filmes de variados gêneros com viés científico, aborda, nesta edição, o longa Pequena Grande Vida (Downsizing, dir. Alexander Payne, 2017, EUA, 135 min, 14 anos, disponível na Amazon Prime Video). A ficção científica de 2017, que traz questões relacionadas ao meio ambiente e as possibilidades da humanidade no planeta, será debatida pelos especialistas Laura Trachtenberg Hauser e Ivan Nisida. A mediação é de José Luiz Goldfarb, curado do programa. 
Sobre o filme – Na cidade de Omaha, EUA, as pessoas descobrem a possibilidade de reduzir de tamanho para uma versão minúscula, a fim de terem menos gastos vivendo em pequenas comunidades que se espalham pelo mundo. Encantado após ter contato com amigos que passaram pelo processo, um homem (Matt Damon) decide convencer sua esposa (Kristen Wiig) a adotar o curioso novo estilo econômico de vida. 

Cursos 
O MIS está com inscrições abertas para diversos cursos online. São opções nas mais variadas áreas do conhecimento: cinema, HQ, fotografia, escrita criativa, videoclipes, séries, história da arte e música. Condições especiais: os interessados em participar de mais de um curso agora ganham abatimento nos valores com combos de desconto. E todos os idosos, a partir dos 60 anos, têm 50% de desconto em cada inscrição. A lista completa e todos os detalhes podem ser conferidos no site do Museu: www.mis-sp.org.br/cursos 

Exposições virtuais e Acervo Online MIS 
Além da programação digital #MISemCASA, o Museu MIS apresenta cinco exposições virtuais realizadas em parceria com o Google Arts & Culture: Moventes (que traz imagens de situações de deslocamento em diferentes tipos de trabalho itinerante); A Coleção Guilherme Gaensly no acervo MIS: uma paisagem humana (que presenta imagens históricas sobre o cultivo do café no interior paulista); Cinema paulista nos anos 1970; Lambe-lambe: fotógrafos de rua em São Paulo nos anos 1970 e A mulher na Revolução de 32. Além das exposições virtuais, o público também pode conferir parte do Acervo MIS que está digitalizado e pode ser acessado neste link. No Acervo online, os visitantes encontram informações sobre os itens que compõem os acervos museológico e bibliográfico do MIS e, em alguns casos, terá amplo acesso ao conteúdo das coleções de fotografia, áudio e vídeo. Tendo como base um banco de dados desenvolvido especialmente para o acervo do Museu, o Acervo online apresenta-se ao público como um instrumento para a exploração dos milhares de itens que fazem parte do acervo MIS. 

S e r v i ç o 
#MISEMCASA 
SITE www.mis-sp.org.br 

Redes 
museudaimagemedosom
 @mis_sp
 @mis_sp
/missaopaulo 

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br 

Geórgia Amorimhttp://estacaonerd.com
Formada em Produção Publicitária pela FMU, e em Eventos pelo Senac SP, Redatora desse site maravilhoso, e com saudades de uma aglomeração! <3 Segue no Instagrão @GeorgiaAmorim

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

3 estreias da Netflix para ver nesse final de semana Confira a crítica de Radioactive As 3 séries mais vistas na Netflix Confira o trailer de Army of The Dead Rango – O MELHOR filme da Nickelodeon 5 séries que serão CANCELADAS pela Netflix