O roteirista e co-criador da popular animação Rick and Morty, Dan Harmon, que aqui no Brasil está disponível na Netflix, disse em entrevista para a emissora norte-americana NBC que o grande desafio agora é manter o senso de absurdo e imprevisibilidade que permeiam os episódios da série.

“Esse é um programa que pode literalmente fazer qualquer coisa ou ir a qualquer lugar. Não há margens para o niilismo, ou seja, não há nada proibido. Não só narrativamente, mas também em tom, não há nada que seja descartado”, disse Harmon. “Enfim, esperem o inesperado”, continuou.

Adult Swim, canal que passa a animação nos Estados Unidos, comprou 70 novos episódios da série, o que exige bem mais de Harmon e de Justin Roiland, o outro co-criador de Rick and Morty. “A última coisa que eu quero é me tornar o cara que tornou Rick and Morty sem graça. Temos que continuar inovando e trazendo novidades. Me ajuda bastante ter essa parceria com o Justin. Ele tem os problemas dele, eu tenho eu meus, mas é difícil achar uma parceria criativa assim em que um acha que o outro é um gênio e morre de medo de decepcioná-lo”, falou Harmon.

A nova temporada de Rick and Morty ainda não tem data de estreia definida.

Co-Criador do Estação Nerd. Chamo ele de filho sim. Já fui crítico para o Blog Preguiça Alheia e para a CINEART. Palestrante nas edições da Campus Party. Mantenho a paixão por cinema desde criança e meu maior sonho é ter um sabre de luz para cortar a lua ao meio. A, SEMPRE escolha a pílula azul. Não faça como eu!