SEGA anuncia duas novidades e uma delas pode revolucionar os games!

Veja nossos últimos stories

A SEGA, empresa que já foi uma das líderes do mercado mundial de games, chega com uma inovação que irá revolucionar a indústria, pelo menos no Japão.

Em sua terra natal, a SEGA é sinônimo de arcade ou fliperamas, tanto que é comum no idioma japonês, alguém convidar para ir a um SEGA, ao invés de dizer “Vamos ao fliperama?”.

Diferentemente do ocidente, os fliperamas ou game centers, continuam em alta, tendo as máquinas atualizadas constantemente e tecnologias novas que em muitos casos, seriam inviáveis de se ter em casa.

Desde 2012 que a SEGA vem investindo pesado nos game centers japoneses, que existem em praticamente todo Japão. Embora a empresa tenha perdido a concorrência no mercado de consoles, ela continuou forte no Japão com seus game centers.

A ideia inovadora da SEGA é semelhante a do Google Stadia, mas tem uma enorme diferença. Ela vai usar estes game centers como servidores dos seus jogos para que possam rodar via streaming e deu a isso o nome de Fog Gaming.

Como no Japão inteiro sempre haverá uma game center da SEGA relativamente próximo e com o 5G que traz uma internet de altíssima velocidade e já é uma realidade por lá lá, a soma desses fatores pode tornar viável o que o Stadia tentou fazer sem muito sucesso.

- Advertisement -

A princípio, isso só funcionaria no Japão, mas se a ideia der certo por lá, provavelmente a empresa irá expandir seus horizontes em outros países.

A outra novidade da SEGA foi o anúncio do lançamento de um outro console antigo sendo lançado novamente em um tamanho mínimo.

Dessa vez, o console que foi miniaturizado é o Game Gear, o primeiro portátil de cartuchos portátil da SEGA, que rivalizava com o Game Boy da Nintendo.

O Game Gear possuía tela colorida e capacidade gráfica superior a do seu concorrente, porém, um dos principais motivos para o portátil da SEGA não ter se popularizado tanto quanto o seu rival, foi o preço elevado e principalmente o fato de que ele gastava muita, mas muita pilha mesmo! E isso em uma época em que não haviam pilhas recarregáveis.

Porém o Game Gear conta com alguns ótimos jogos, que infelizmente pouca gente jogou, especialmente fora do Japão. O Game Gear Micro vai dar a oportunidade para quem não pode ter um na época, de jogar estes jogos nos dias atuais e apresentar o portátil aos mais jovens, que em sua maioria, nunca sequer ouviu falar dele.

Porém, vale destacar dois pontos negativos, o preço, que está em torno de 50 dólares e o seu tamanho, que por ser exageradamente pequeno, isso pode causar um certo desconforto nas mãos ao jogar.

Macaoshttps://estacaonerd.com/games
Macaos - Graduado em Jogos Digitais e desde 1998. escrevendo em sites e fóruns de games. Antes disso, colaborador em locadoras de games no início da década de 90; Emfim... um Old Gamer com muita experiência.

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Duna – Confira a crítica do filme Mês do Horror – Qual filme marcou sua vida? Duna – Confira a crítica do filme Peçanha Contra o Animal – Confira a crítica do filme The Batman – Confira o trailer animado do filme What If…? – Confira o ranking dos episódios