AVISO: O texto contém alguns spoilers.

Não é algo novo a falta que muitos fãs sentem de Elena Gilbert, personagem que foi representada pela atriz Nina Dobrev, mas algo pode ser notado nessa sétima temporada, mesmo com Elena “dormindo” a season voltou com algo a mais.

Sim, vão me desculpar aqueles que acham que a série terminou porque uma protagonista saiu, pois The Vaae265202f3ad25460c3c3c2d43fbd4d2mpire Diaries, parece uma fênix, sempre descobre uma forma para voltar a dar aquela incendiada na história.

Logo no início da temporada é mostrado uma visão dos personagens, três anos à frente, e assim várias perguntas são feitas. Até o episódio 15, que saiu na última sexta, conseguimos ver como o enredo se fechou, além é claro da mudança na atmosfera.

Quem vinha acostumado com muito romance e menos ação, se surpreendeu, pois, a pitada de romance continua, mas a ação está de volta com tudo. Graças a isso, vemos personagens novos, os Hereges (Bruxos e vampiros ao mesmo tempo).

Além disso, Damon está sombrio apvampire-diaries-151008-damonós perder sua amada e a volta de sua mãe o deixa mais diabólico, (sim, você que o amava no início da série, vai poder ter alguns vislumbres). Sem falar de um antigo affair de Stefan que reaparece, apimentando mais sua relação com a Barbie, a vampira mais amada da história. Falando nela, ela volta com todo o vapor, pegando para si a responsabilidade de ser a nova protagonista.

E não podemos esquecer, de uma caçadora que veio para aterrorizar a vida dos vampiros e dos Hereges, da nossa querida e amada Mystic Falls.

Porém, nem tudo foram flores, tendo uma queda significativa em sua audiência, a amada série passou a ser exibida as sextas, como todos fanáticos por seriados sabem, sexta é considerada um velório para as histórias. Ainda não se sabe se ela será renovada, mas algo é fato, mesmo com a queda, está IMPERDÍVEL.

Quem ainda não assistiu, aproveita o hiato, pois se você é fã deles e da família dos originais, não pode perder o crossover que teve entre elas.