STARZPLAY anuncia novos nomes do elenco de “The Continental”, série derivada de “John Wick”

Veja nossos últimos stories

A STARZPLAY anunciou hoje que Peter Greene (“Training Day”, “For Life”), Ayomide Adegun e Jeremy Bobb (“Russian Doll”, “The Knick”) se juntarão ao elenco da série especial  The Continental, uma adaptação da franquia de filmes de sucesso da Lionsgate, “John Wick”, que será exibida pela STARZ nos EUA e STARZPLAY em todos os seus territórios na Europa, América Latina e Japão. A série é produzida para STARZ pela Lionsgate Television.

Peter Greene foi escalado para o papel de “Tio Charlie”; Ayomide Adegun para o papel de “Charon” e Jeremy Bobb para interpretar “Mayhew”.

Ayomide Adegun

De origem nigeriana, criado em Streatham, no sul de Londres, Ayomide Adegun faz sua estreia profissional como ator em “The Continental”. Ayomide é atualmente um aluno do último ano de Bacharelado em Arte no The Royal Welsh College of Music and Drama. Ele recebeu a prestigiosa bolsa Luke Westlake em 2020, que auxilia um ator promissor de origem trabalhadora em seu último ano na escola de teatro. Ele é representado pela advogada Lucy Popkin do GGSSC.

Jeremy Bobb

Jeremy Bobb é um dos atores mais onipresentes de Nova York. Ele é talvez mais conhecido por sua atuação como o administrador de hospital “Herman Barrow” na série de Steven Soderbergh “The Knick”. Ganancioso e sem escrúpulos, o personagem de Bobb era um dos favoritos dos fãs.

- Advertisement -

Bobb trabalhou de forma consistente na televisão durante anos, tendo mais recentemente filmado a série da Showtime “The First Lady” no papel de Theodore Roosevelt. Ele também apareceu em “The Outsider”, de Jason Bateman; como o vilão na terceira temporada de “Jessica Jones”, e como o caso de uma noite de Natasha Lyonne em “Russian Doll”. Outros créditos incluem “Godless”, contracenando com Jeff Daniels (indicada ao Emmy de Melhor Série Limitada), “Manhunt: Unabomber” com Paul Bettany e “Escape At Dannemora”, de Ben Stiller para Showtime.

No cinema, ele está atualmente gravando “Butcher’s Crossing” com Nicolas Cage, e em seguida aparecerá em “Cabrini, God’s Country” com Thandiwe Newton; e “Goodnight Mommy” com Naomi Watts. Ele também foi visto recentemente em “Under The Silver Lake”; “The Wolf Hour”, seleção de Sundance 2019; e em “The Kitchen”, da Warner Bros., contracenando com Melissa McCarthy e Elisabeth Moss.

Antes de trabalhar no cinema e na televisão, Bobb era uma presença constante na comunidade teatral de Nova York. Os destaques incluem novas peças de Michael Weller, David Ives, John Guare e Donald Margulies, bem como a produção do Bridge Project de “Ricardo III” para o diretor Sam Mendes.

Peter Greene           

De “Pulp Fiction”, “The Mask”, “Usual Suspects”, “Training Day” (para citar alguns) até sua atuação ao lado de Johnny Depp no longa “Labrynth”, seu papel principal no filme independente “3 Days Rising” e seu papel recorrente como ‘Wild Bill’ na nova série da ABC “For Life”, ao seu papel regular como ‘Tio Charlie’ no novo prequel de Johnn Wick “The Continental”, este ator continua criando personagens inesquecíveis.

Hollywood Reporter sobre o papel recorrente de Peter em “For Life”, da ABC:

“O melhor de tudo, ‘For Life’ apresenta uma participação especial de Peter Greene como um nazista de prisão chamado Wild Bill. Uma figura onipresente do cinema independente em meados da década de 1990 – se você não viu Clean Shaven, você o conhece como Zed de ‘Pulp Fiction’ ou Redfoot de ‘The Usual Suspects’ – Greene infunde a tela com tal ameaça instantânea e carisma que o show instantaneamente se anima em sua presença.”

Eles se juntam aos integrantes do elenco já anunciados: Colin Woodell como o protagonista da série, Winston Scott, a versão mais jovem do icônico personagem da franquia de filmes “John Wick”, cuja história de origem será contada nesta série especial; Hubert Point-Du Jour como “Miles”; Jessica Allain como “Lou”; Mishel Prada como “KD”; Nhung Kate como “Yen”, Mel Gibson como “Cormac” e Ben Robson como “Frankie”.

The Continental irá explorar a origem por trás do hotel para assassinos, a peça central do universo “John Wick”, através dos olhos e ações de um jovem Winston Scott, que é arrastado para a infernal cidade de Nova York em 1975 para enfrentar um passado que ele pensou ter deixado para trás. Winston traça um caminho mortal por meio do misterioso submundo de Nova York em uma tentativa angustiante de tomar o controle do icônico hotel, que serve como ponto de encontro para os criminosos mais perigosos do mundo.

Uillian Magelahttps://estacaonerd.com
Co-Fundador do Estação Nerd. Palestrante, empreendedor e sith! No momento, criando meu sabre de luz para cortar a lua ao meio. A, SEMPRE escolha a pílula azul. Não faça como eu!

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Casa Gucci – Confira a crítica do filme, por André Guerra Casa Gucci – Confira a crítica do filme La Casa de Papel 5 – Confira o título dos episódios finais Os 10 grandes lançamentos da Netflix em Dezembro de 2021 Gavião Arqueiro – Confira os easter eggs dos primeiros episódios Contos do Amanhã – Confira a crítica do filme