Stranger Things | Assassinato por Encomenda será uma das inspirações para a terceira temporada da série

Em entrevista para a Variety, o ator David Harbour que interpreta o chefe de polícia Jim Hopper na série Stranger Things, revelou que os episódios da terceira temporada da série serão inspirados pela comédia Assassinato por Encomenda, protagonizada por Chevy Chase (da série “Community”). Harbour comentou que cada temporada faz referência aos filmes que foram lançados na época em que a temporada se passa. A terceira temporada será ambientada nos anos de 1985, ano de lançamento da comédia.

“Os Duffers são muito específicos a cada ano com os filmes. E ‘Assassinato por Encomenda’ é um filme com o qual vamos brincar e nos divertir nesta temporada, o que você não esperaria de ‘Stranger Things’ e do universo de Spielberg e certamente não esperaria de um temporada mais sombria”.

O ator disse ainda que a nova temporada mostrará também momentos sérios e que o relacionamento de seu personagem com Eleven (Millie Bob Brown, da série Intruders”) será aprofundado:

“O relacionamento deles vai se tornar bem mais complexo, porque, você sabe, coisas acontecem a garotos e garotas quando eles têm 13 e 14 anos. Muitas mudanças acontecem no corpo e na sua vida social, e não acho que ele vai saber lidar com ela se tornando uma mulher diante de seus olhos assim tão bem. É uma coisa aterrorizante para ele. Talvez até mais que lutar com monstros interdimensionais”.

Em “Assassinato por Encomenda”, Chevy Chase interpreta Irwin M. “Fletch” Fletcher, um repórter de jornal que usa vários disfarces para conseguir as melhores histórias.


O novo ano de Stranger Things terá oito episódios e se passará cerca de um ano após os acontecimentos da segunda temporada. O foco da série permanecerá no grupo principal de amigos: Eleven (Brown), Mike (Finn Wolfhard), Dustin (Gaten Matarazzo), Lucas (Caleb McLaughlin) e Will (Noah Schnapp).

Ainda não temos uma data de estreia divulgada.

Uillian Magelahttps://estacaonerd.com
Co-Criador do Estação Nerd. Chamo ele de filho sim. Já fui crítico para o Blog Preguiça Alheia e para a CINEART. Palestrante nas edições da Campus Party. Mantenho a paixão por cinema desde criança e meu maior sonho é ter um sabre de luz para cortar a lua ao meio. A, SEMPRE escolha a pílula azul. Não faça como eu!

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

SE LIGA

Os 10 melhores filmes de 2018

A cada ano que passa somos surpreendidos com filmes cada vez melhores. Muitos, claro, já são aguardados por serem alguma continuação. Outros são ótimas...

Crítica | O Menino Que Descobriu o Vento (The Boy Who Harnessed The Wind)

Algumas histórias são tão lindas e inspiradoras, que precisam ser contadas para que mais pessoas possam se inspirar e acreditar. Talvez seja exatamente isso...