Hoje em dia, as músicas dos filmes já são foco até em seus trailers, quem não lembra do trailer de LOGAN e como a música o fez tão impactante! Musicais que vêm sendo resgatados e canções de décadas passadas voltam com tudo nos filmes atuais. Mas existem algumas canções que parecem ser cliché em filmes, que são usadas muitas vezes para não correr o risco de uma trilha sonora desconhecida não fazer sucesso. Então, relembre a seguir algumas das músicas usadas em vários filmes.

“OH YEAH” – YELLO

“Oh Yeah”, do Yello é uma daquelas músicas que você ouve e sabe de que filme ela veio. Afinal de contas, ela é uma das principais faixas de Curtindo a Vida Adoidado. Mas mesmo com toda essa identidade com um dos clássicos dos anos 80, você também pode encontrá-la em produções como Alvin e os Esquilos 2The OfficeOs SimpsonsNip/TuckIt’s Always Sunny in PhiladelphiaSouth ParkAmerican Dad!Uma Festa no ArUma Festa no ArK-9O Segredo do Meu Sucesso, entre outros.

“Gimme Some Lovin’”, do Spencer Davis Group

Escrita por Steve Winwood, Spencer Davis e Muff Winwood, e grava pela primeira pelo Spencer Davis Group, “Gimme Some Lovin’” está presente em vários filmes, como Os irmãos Cara de Pau (1980), Um Lugar Chamado Notting Hill (1999), Striptease (1996), Sleepers – A Vingança Adormecida (1996) e Dias de Trovão (1990), entre outros.  Gimme Some Lovin também foi lembrada na edição especial da revista Rolling Stone de 2004, com as 500 Melhores Músicas de todos os tempos.

“O FORTUNA” – CARMINA BURANA DE CARL ORFF

Quase sempre utilizada em partes, O Fortuna, movimento de abertura da cantata cênica Carmina Burana de Carl Orff, está presente em uma infinidade de produções. Essa é uma música  que quase sempre surge para indicar que algo difícil vai acontecer ou que o personagem irá superar alguma adversidade. Já fez parte de tantos filmes e séries, mas com destaque para GleeOs SimpsonsCapitalismo: Uma História de AmorNem por Cima do Meu CadáverThe OfficeDoze é DemaisFriendsDetroit a Cidade do RockThat ‘70s ShowAssassinos por NaturezaThe Doors, entre outros

“Who Let The Dogs Out?”, do Baha Men

Apesar de “Who Let The Dogs Out?” ter sido eleita como uma das 20 músicas mais irritantes em 2007, pela revista Rolling Stone, e, em 2008, ter sido considerada uma das 20 piores músicas de todos os tempos, segundo o site Spinner, os produtores de comédias – e filmes de cachorro – parecem adorar essa trilha. Escrita e gravada originalmente em 1998, para o Carnaval de Trinidad e Tobago, a faixa ficou famosa nas mãos do grupo Baha Men e estreou nas telonas com o filme Rugrats em Paris: O Filme”(2000). Depois, vieram filmes como Tá Todo Mundo Louco! (2001), MIIB – Homens de Preto II (2002), Soltando os Cachorros (2006), Neve Pra Cachorro (2002) e Se Beber, Não Case! (2009).

“Kung Fu Fighting”, de Carl Douglas

“Kung Fu Fighting”, de Carl Douglas, está para os filmes de luta assim como “Who Let The Dogs Out?” está para os filmes com cachorro. Na lista estão The Spirit of ’76 (1990), Kung-Fu Futebol Clube (2001), Cidade de Deus (2002), A Creche do Papai (2003), Os Picaretas (1999), A Hora do Rush 3 (2007) e Kung Fu Panda (2008). Antes de fazer todo esse sucesso nos filmes, a música escrita por Jim Brusatto e Vivian Hawke já havia ganhado o público. Em 1974, ano em que foi lançada, a faixa ganhou o Grammy, como o single mais vendido do ano.

“Bad to the Bone”, de George Thorogood and the Destroyers

Essa é a clássica música para apresentar o bad-boy, não necessariamente o vilão, da história. “Bad to the Bone” foi lançada em 1982 por George Thorogood and the Destroyers e, apesar de não ter tido um grande sucesso inicial, conquistou seu lugar em Hollywood. Filmes onde a faixa está presente são O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991), Operação Cupido (1998), Pelotão Em Apuros (1995), Christine, O Carro Assassino (1983), Verdades Que Matam (1988), O Pestinha (1990) e Megamente (2010).

“Bad Reputation”, Joan Jett

“Bad Reputation” é a trilha sonora para personagens rebeldes. A música foi lançada em 1981, no primeiro álbum homônimo da roqueira Joan Jett. Nessas décadas, filmes como Shrek (2001), 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999), Uma Mãe Para o Meu Bebê (2008), A Mentira (2010), The Runaways – Garotas do Rock (2010) e Kick-Ass – Quebrando Tudo (2010).

“Dreams”, The Cranberries

O primeiro single da carreira dos Cranberries rendeu a eles algumas trilhas sonoras. “Dreams”, lançada em 1992, foi escrita por Dolores O’Riordan e Noel Hogan, e faz parte de seu primeiro álbum Everybody Else Is Doing It, So Why Can’t We?. Além de filmes, a música já foi usada em trailers e programas de TV. Entre as produções do cinema embaladas pela faixa estão: Karate Kid 4 – A Nova Aventura (1994), Somente Elas”(1995), Missão Impossível (1996), Mensagem para Você (1998) e Um Tiro no Coração (1998).

“WHAT A WONDERFUL WORLD” – LOUIS ARMSTRONG

“What A Wonderful World” na voz de Louis Armstrong, costuma ser utilizada para destacar momentos de alegria, ou falsa alegria, e se tornou clássica nos cinemas ao embalar a cena de Robin Williams em Bom Dia, Vietnã. A música também consta em produções diversas como Tudo Que Uma Garota QuerSexta-Feira Muito Louca12 MacacosProcurando Dory.