Crítica | A Galeria Dos Corações Partidos

Nunca na história do cinema, falar sobre términos de relacionamentos foi tão divertido. A Galeria Dos Corações Partidos é um longa que faz uma análise honesta, engraçada e muito sagaz, sobre o fim de um amor. Protagonizado pela excepcional Geraldine Viswanathan (Má Educação) e Dacre Montgomery (Stranger Things) esse é, com certeza, a melhor comédia romântica de 2020.

Foto: Sony Pictures/ Divulgação

O longa conta a história, de uma assistente de uma galeria de arte em Nova Iorque, que nunca teve sorte no amor. A sua vida é um desfiar de histórias tristes que culminam inevitavelmente com o seu coração partido. Para além disso, ela tem mais uma estranha particularidade: gosta de colecionar objetos ligados às pessoas que amou. Quem nunca guardou alguma lembrança de um(a) ex? Quem nunca foi consumido pelo passado e preferiu se apegar as boas memórias do que a realidade solitária? O roteiro afiado escrito por Natalie Krinsky, que também é diretora da obra, toca fundo nessa ferida com muito bom humor e encanta. O longa faz o espectador se ver na personagem central da trama. Os diálogos repletos de energia e bom humor mostram a dinâmica de como é difícil, e necessário, superar esse momento. As piadas são muito boas e irão divertir o espectador, destaque para as que rolam entre o trio de amigas. Porém o longa, tropeça justamente quando começa volta para o lugar comum e caí na velha máxima de: garota conhece garoto e todo aquele blá blá blá, que conhecemos. Mas mesmo com esse deslize o filme ainda é muito gostoso de se assistir.

Foto: Sony Pictures/ Divulgação

A jornada de Lucy em se encontrar como pessoa, encontrar sua confiança perdida, e desenvolver o amor próprio é a grande sacada e diferencial desse ótimo filme. Geraldine Viswanathan possui um timing cômico incrivelmente afiado e encanta com sua espontaneidade, Dacre Montgomery equilibra bem as ações da parceira de cena. A química entre eles é surreal e irá conquistar os fãs dos longas de romances. O casal protagonista é realmente apaixonante e torcemos por eles, já que ambos os personagens são bem desenvolvidos. Os atores coadjuvantes, em especial Molly Gordon (Bons Meninos) e Phillipa Soo (O Grande Ivan) também merecem destaque e ajudam a trama a se desenvolver. A duração e a montagem do filme são questionáveis, mas não prejudicam o filme.

A Galeria Dos Corações Partidos é uma narrativa divertida e contemporânea, sobre relacionamentos amorosos e os seus fins. Então sozinho ou com o seu amor, assista a esse filme e se apaixone.

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios.

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Homem-Aranha 3 | Novas fotos revelam referência a Mysterio e mais novidades

O site Just Jared liberou NOVAS fotos dos bastidores de Homem-Aranha 3. Confira:

Lupin | Série supera supera ‘O Gambito da Rainha’ em número de visualizações na Netflix

Lupin conseguiu quebrar mais um recorde na Netflix. Segundo o Deadline, a série atingiu 70 milhões de visualizações em 28 dias no catálogo,...

5 ótimos filmes para assistir no Amazon Prime Video em janeiro de 2021

Não tem certeza do que assistir? Você está no lugar certo. Nós do Estação Nerd separamos uma lista com 5 ótimas produções...