Crítica | Borat 2

Em 2006, Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América estreou nos cinemas e surpreendeu nas bilheterias e conquistou o mundo com uma comédia politicamente incorreta e pra lá de nonsense, que transformou Borat em ícone pop. 14 anos depois, não é que o personagem está de volta? E para nossa alegria, ele está muito mais sem noção e ácido. No dia 23 de outubro estreia no Amazon Prime Video, Borat: Presente do Macaco Pornográfico para o Vice Premiere Mikhael Pence para Fazer Beneficiar a Recentemente Nação Diminuída do Cazaquistão. Se você achou o título bizarro. Espere só ver o filme…

Foto: Amazon Prime Video/Divulgação

A nova história mostra o famoso personagem de Sacha Baron Cohen (Os 7 de Chicago), um repórter do Cazaquistão, de volta aos Estados Unidos para filmar um documentário, agora ao lado da filha. Primeiro aviso é que a sequência (e o original) não são filmes indicados para os mais puritanos, o filme algumas vezes abusa e passa dos limites do aceitável, mas aqui a intenção da obra é divertir pelos constrangimentos alheios e constranger o espectador. Em ambos os quesitos esse filme acerta em cheio. Segundo aviso é: o primeiro filme revolucionou o gênero das comédias ao colocar elementos, dignos das pegadinhas de Silvio Santos, para contar uma história. A nova obra segue a risca a cartilha criada pelo original, mas pouco inova no quesito, mas nem precisa. O que é apresentado em 96 minutos é suficiente para divertir, chocar e até nos fazer refletir sobre a nossa política.

Foto: Amazon Prime Video/Divulgação

O diretor estreante Jason Woliner, junto com Cohen gravou a sequência do filme em segredo e com isso conseguiu extrair das pessoas que participaram, reações e opiniões genuínas de diversas situações absurdas, as melhores são: a da loja de celular, a da clínica e a da invasão ao comício do vice presidente dos Estados Unidos, Mike Pence. Essas reações de incredulidade é um dos pontos mais alto do filme, que não vive apenas disso. Temos piadas, indiretas, comentários ácidos e sarcásticos para todos os gostos. Disney, Kevin Spacey, Corona vírus, a primeira dama dos EUA, o Brasil, ninguém está a salvo da metralhadora de piadas do roteiro escrito por Cohen em parceria com Peter Baynham, Anthony Hines, Dan Mazer e Dan Swimer. Mas nem todas essas sacadas do quinteto de roteiristas acertam o alvo (leia divertem), as piadas na festa de formatura, por exemplo é de um mal gosto tremendo e as piadas feitas com o holocausto e com os judeus. Como foi dito antes, Borat 2 não é um filme para todos, mas quem não se importar pode se divertir bastante.

Foto: Amazon Prime Video/Divulgação

Uma das melhores coisas do filme é que Cohen, com seu personagem mostra ao mundo que o americano politicamente correto, no fundo é um escroto disfarçado. Ao fazer comentários absurdos o ator arranca dos entrevistados opiniões, tão ou até, mais escrotas do que as dele. O terceiro ato do filme, perde um pouco a força por colocar um dramalhão de pai e filha que pouco acrescenta a trama, mas é necessário fazer a história andar. Se prepare para O MAIOR PLOST TWIST DA DÉCADA. Se Donald Trump não se reeleger nas eleições americanas, agradeçam a Borat. O filme está sendo lançado bem próximo das eleições e deve gerar muitos comentários nas redes sociais.

Foto: Amazon Prime Video/Divulgação

Borat 2 não supera o primeiro filme no quesito originalidade, mas continua sendo politicamente incorreto, ácido e acima de tudo incrivelmente atual nas suas críticas políticas, sociais e culturais. Além de ser muito engraçado. Que venha uma terceira aventura do ‘cazaque’ mais querido do mundo.

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios.

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Crítica | Era uma Vez um Sonho

A família Vance se muda para Ohio na esperança de viver longe da pobreza. O membro mais jovem do grupo cresce e...

The Witcher: Blood Origin | Dois personagens são confirmados na série

The Witcher: Blood Origin, que se passa muito antes da 1ª temporada da trama principal, ganhou novidades. As notícias mais recentes do site...

The Walking Dead | Última temporada será divida em 3 partes

The Walking Dead pode dividir sua décima primeira temporada em três partes de oito episódios quando estrear final de 2021, de acordo com...