qua, 18 maio 2022

Crítica | Sonic 2 – O Filme

Publicidade

Nostalgia é a sensação de saudade originada pela lembrança de um momento vivido na infância e também é a melhor definição que podemos dar para a sequência de Sonic. A produção Sonic 2 – O Filme é pura nostalgia! A nova aventura mostra que o Dr. Robotnik está à procura de uma esmeralda mística que tem o poder de destruir civilizações. Para detê-lo, Sonic se une a seu antigo parceiro, Tails, e parte em uma jornada para encontrar a joia antes que ela caia em mãos erradas.

Paramount/Divulgação

Sonic 2 – O Filme é maior em todos os sentidos do que o seu antecessor, isso faz o filme ganhar pontos em algumas situações e perder pontos em outros. A aventura começa apresentando como Dr. Robotnik conseguiu sair do planeta cogumelo, numa cena pra lá de divertida e bem coreografada. O roteiro escrito por Patrick Casey (Nota 10 em Confusão), Josh Miller (Violent Night) e John Whittington (DC Liga dos Superpets) aposta em introduzir os novos personagens da trama, ao mesmo tempo em que aprofunda as personalidades do restante dos personagens já conhecidos e cria novas relações e abordagens para eles. O que é um acerto e tira o filme do lugar comum. Os núcleos criados pelo roteiro são de personagens que possuem personalidades bem distintas entre si, o que diverte bastante ao ver eles interagindo. O foco da vez na narrativa é mostrar a Sonic o que é ser um herói. A mensagem que fica para os pequenos é bacana no fim da sessão e o desenvolvimento da mensagem possui altos e baixos. As piadas, que antes eram rápidas e certeiras, aqui se estendem demais e nem sempre acertam ao alvo. No geral, elas rendem boas risadas e temos de todos os tipos e gostos, desde as físicas, rápidas sacadas e até algumas mais elaboradas.

Com tantos personagens espalhados pela história a trama se perde e quando o roteiro decide juntar todos os núcleos, as coisas não fluem tão bem e soam muito forçadas, em especial no que diz respeito ao núcleo que está no Havaí. Quando a história foca suas atenções apenas entre quem está buscando a esmeralda, o filme cresce. Os motivos para isso são: o tempo. São quase duas horas de uma trama inchada com tantos personagens e subtramas, e os melhores momentos da aventura estão inseridos nesses núcleos que buscam a joia.

Publicidade

Outro ponto negativo da história é que o único personagem humano com relevância para a história é o vilão Dr. Robotnik, vivido por Jim Carrey. Os demais são sub-aproveitados e quase não tem espaço na trama e quando tem, provocam o inchaço no enredo. Quando temos apenas Sonic e Knuckles em cena temos os melhores momentos do filme, pois é aqui os jogos ganharam vida. Além disso, ainda temos uma tonelada de easter-eggs e referências que vão fazer a alegria dos apaixonados pelos games. O modo como algumas fases do jogo são inseridos no filme, é maravilhoso. Um acerto da direção de Jeff Fowler (Gopher Broke) que cria cenas de ação ousadas e divertidos embates.

Paramount/ Divulgação

Os efeitos especiais do filme que deveriam ser perfeitos, não são. Quando temos apenas os personagens em CGI as coisas fluem bem e são excelentes. Porém a qualidade diminui quando temos personagens reais interagindo com Sonic, Tails e Knucles, principalmente em cenas diurnas. Tudo fica muito soa muito artificial, mas essas cenas não incomodam tanto ao ponto de estragar o filme. E isso muito se deve aos protagonistas. Sonic dublado por Ben Schwartz (Space Force) é inconsequente como todo jovem de sua idade e diverte com suas tiradas rápidas e ácidas. Knuckles vivido por Idris Elba (Luther) é raivoso, seco e literal nas suas ideias e Colleen O’Shaughnessey como Tails é maravilhosa. Ela é a única dubladora que reprisar seu papel nos games e nos cinemas e se prova um acerto. Jim Carrey (O Máskara), em seu último papel nos cinemas, se entrega e faz de tudo para arrancar risadas dos espectadores, o que nem sempre funciona, mas é louvável.

Sonic 2 – O Filme é uma sequência divertida, fiel aos jogos e pra lá de nostalgica. Se a direção conseguir balancear tudo que tem em mãos o próximo filme será o melhor da história dos games. Que venha logo a terceira aventura do ouriço Azul nos cinemas!

PS. O filme possui uma cena no meio dos créditos finais, fique atento.

Publicidade

Newsletter

Destaque

Crítica | La Casa de Papel (5ª temporada)

Chegou ao fim La Casa de Papel! Se prepare...

Crítica | Vai Dar Nada

Estreia nesta quarta no streaming do Paramount+, Vai Dar...

Pacificador | John Cena quer casar James Gunn usando a roupa do personagem da série

Em entrevista à revista People, John Cena comentou que estaria...

Doutor Estranho 2 | Personagem de Daniel Craig na sequência é revelado; Confira!

Rumores apontam que Doutor Estranho 2 teria diversas participações especiais,...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe um comentário