Crítica | Space Jam: Um Novo Legado

Veja nossos últimos stories

Em Dezembro de 1996, foi lançado nos cinemas Space Jam: O Jogo do Século, o filme trouxe uma trama estrelada por Michael Jordan e alguns Looney Tunes e fez a alegria da criançada da época (inclusive a minha). 25 anos depois chega aos cinemas a sequência estrelada por LeBron James, que é uma obra recheada de nostalgia e com piadas que farão a alegria da criançada.

Warner Bros./ Divulgação

O primeiro Space Jam, mesclou diversas técnicas de animação com live action em uma trama nonsense, que divertiu e conseguiu entreter os fãs, mesmo pecando com os excessos nos efeitos visuais e com os furos dentro da história. O longa tecnicamente não envelheceu mal e hoje em dia ainda faz bonito nos quesitos técnicos, quando comparado a obras atuais do gênero. Space Jam: Um Novo Legado bebe da mesma fonte do original, tendo as mesmas qualidades e alguns defeitos do seu antecessor. A nova aventura dirigida por Malcolm D. Lee (The Best Man) mostra que durante uma viagem ao estúdio da Warner Bros, o astro da NBA LeBron James e seu filho acidentalmente ficam presos em um mundo que contém todos os personagens e histórias da Warner Bros. que está sob o controle de uma força chamada Al G. Com a ajuda de Pernalonga, LeBron deve navegar por um mundo nunca antes imaginado, cheio de cenas e personagens icônicos de filmes enquanto eles reúnem os Looney Tunes para resgatar seu filho perdido.

Em termos narrativos, o novo Space Jam é essencialmente uma atualização da trama do filme original. O que não é ruim, mas pode desapontar quem esperava algo a mais. O longa, possui (acreditem) OITO roteiristas que construíram uma verdadeira salada mista de referências, piadas e easter eggs que são inseridos a todo momento na trama. Vemos nos 115 minutos diversos personagens da Warner (Mr. Freeze, O Rei da Noite, Stanley Ipkiss, Os Flintstones, The Jetsons…) a maioria são relegados a easter eggs ambulantes, outros são encaixados em paródias (A do universo DC é a melhor) e outros são participações especiais que farão as alegrias do fãs. Algumas dessas inserções funcionam e divertem, já outras encantam pela nostalgia e outras não agregam muito a narrativa. Mesmo com essa quantidade de roteiristas a trama possui alguns furos no roteiro que são inexplicáveis, algumas cenas são inseridas de modo abrupto e não fluem de modo orgânico.

Warner Bros./ Divulgação

No quesito técnico a obra é impecável! Tanto na construção dos personagens em animação no estilo original, quanto na criação das suas versões 3D o longa sobra no quesito qualidade e usa e abusa do colorido para conquistar os fãs. A inserção dos personagens em cenas de diversos sucessos da Warner é feita com muito cuidado. Temos cenas que remetem e homenageiam tramas como Matrix, Mad Max, Harry Potter e muitas outras, que tem um uso de CGI pra lá de criativo. As cenas de ação são divertidas e o colorido toma conta da telona. O grande confronto na quadra de basquete acontece e dura um pouco mais do que deveria, mas no geral entretém.

As atuações são boas, no geral, e entregam o que a direção de D. Lee pede. LeBron James não é ator e as cenas na qual se pede um timing cômico apurado ou até um certo esforço dramático dele, as cenas não funcionam, mas a falha é da direção e não de LeBron. Quando ele está em quadra interagindo com as animações no jogo ele arrasa! Don Cheadle (Nem um Passo em Falso) é o dono do filme e consegue construir o melhor personagem da trama. O fio condutor da narrativa é a relação entre pai e filho, que é bem desenvolvida e funciona bem dentro dos limites do que a atuação do jogador permite.

Warner Bros./Divulgação

No placar final, Space Jam: Um Novo Legado é uma goleada de entretenimento e nostalgia! O longa irá fazer a alegria das famílias que forem assistir a sequência no cinema. Que uma nova aventura dos Looney Tunes nos cinemas não demore tanto tempo para acontecer novamente.

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Duna – Confira a crítica do filme (Copy) As Passageiras – Confira a crítica do filme Maya e os 3 Guerreiros- Confira a crítica da animação Uncharted – Confira o primeiro trailer do filme Duna – Confira a crítica do filme Mês do Horror – Qual filme marcou sua vida?