Crítica | Uma Invenção de Natal

Veja nossos últimos stories

Já é Natal… Ao menos na Netflix. O serviço de streaming vem sendo inundado de produções natalinas nesse mês de novembro. Uma das que devem se destacar é o filme Uma Invenção de Natal, que é um presente cinematográfico da empresa para o espectador. Se prepare para ver uma das melhores produções do gênero.

Foto: Netflix/Divulgação

Uma Invenção de Natal conta a história de Jeronicus Jangle (Forest Whitaker), um famoso inventor que acha a invenção perfeita para conseguir alavancar sua carreira, mas que tem seu livro de invenções roubado por Gustafson (Keegan-Michael Key), seu aprendiz, que não se sente reconhecido. A partir daí, começa a derrocada de Jeronicus, que perde a esposa e ainda afasta sua filha, Jessica, do seu convívio.

Este filme irá encantar, emocionar e divertir o espectador nas mesmas proporções. Isso não quer dizer que o filme seja livres de falhas, o filme é repleto de clichês e os espectadores mais atentos podem antecipar algumas situações do filme. As resoluções dos problemas que surgem são bem óbvias e alguns diálogos são bem infantis, mas a obra é feita com tanto esmero e qualidade que erros como esses se tornam triviais e nem incomodam tanto no fim.

Foto: Netflix/Divulgação

O longa inicia usando atores reais e algumas inserções em stop-motion que são incrivelmente bem feitas. O CGI empregado também é outro destaque, além dos cenários grandiosos que farão o espectador ficar embasbacado com o design de produção do filme, que merece uma indicação em alguma premiação técnica.

Aliado a essa técnica impecável temos um diretor inspirado, David E. Talbert (Almost Christmas) não empolga com os diálogos expositivos escrito por ele (ele também é o roteirista do filme), mas se redime ao criar um musical, que mistura diversos ritmos e estilos. As canções são bem inseridas e possuem coreografias empolgantes. O diretor ainda cria algumas cenas muito bem caprichadas, como a cena de abertura que apresenta os personagens principais. A paleta de cores, as piadas, a moral da história, tudo é bem executado. Diversidade e ousadia são as palavras que melhor definem a direção de Talbert nesta obra.

Foto: Netflix/Divulgação

As atuações são a cereja do bolo. Forest Whitaker (Pantera Negra), surpreende na cantoria e se diverte no papel. Keegan-Michael Key (O Predador), dança, canta e diverte. As melhores piadas e cenas de humor ficam por conta de Ricky Martin, que dubla Don Juan Diego e está divertidíssimo. Mas o coração do filme é Madalen Mills a menina encanta e emociona com sua personagem e possui muito talento. O filme conta com um elenco principal majoritariamente negro, fato que é extremamente positivo e mostra a mudança de atitude em Hollywood.

- Advertisement -

Uma Invenção de Natal é mágico! Extremamente cativante! Um belo presente adiantado da Netflix para o espectador. Esta linda história sobre esperança e perdão é perfeita para ser vista nesse Natal. Junte toda família e confira esse filme. Você não irá se arrepender!

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Confira a crítica de Aqueles que me Desejam a Morte Confira a crítica de Uma Skatista Radical Confira a crítica de Lupin – Parte 2 Confira a crítica de “Quem Vai Ficar com Mário?” 3 filmes para ver no Dia dos Namorados! 5 Filmes para solteiros no dia dos namorados!