Critica| Snowden

Veja nossos últimos stories

Oliver Stone saiu do século XX aclamado por suas obras primas, com personagens chegando ao extremo e enredos guiados por uma visão cínica e violenta que só um grande diretor poderia entregar ao público. Filmes como Platoon(1986), JFK – A Pergunta que Não Quer Calar (1991) e Assassinos por Natureza (1994) colocaram o diretor no panteão maximo de Hollywood. Nos anos 2000, o diretor parece ter perdido o seu tom e vem entregando obras desconfortáveis e bem abaixo do que o esperado de tanto talento em obras pouco expressivas como Alexandre (2004), W. (2008) e agora com seu novo filme Snowden: Herói ou Traidor (2016), que repete a formula de entregar um filme sem graça que nem mesmo um grande elenco pode salvar.

snowdenGrande elenco desperdiçado.

O filme conta a história de Edward Snowden(Joseph Gordon-Levitt) um ex agente da CIA que ficou conhecido por tornar público que o governo dos Estados Unidos estava quebrando a lei espionando autoridades e até mesmo civis sem necessidade. O filme tem duas linhas do tempo, uma vemos o personagem principal em um quarto de hotel em Honk Kong com a documentarista Laura Poitras(Melissa Leo) e o jornalista do The Guardian Glenn Greenwald(Zachary Quinto) onde ele conta os fatos que o levaram até aquele momento em meio a flshbacks de sua vída antes disso. De soldado do exercito americano até se transformar em um dos criadores de um programa de vigilância Global usado pela CIA e a NSA.

O filme perde um pouco do seu ritmo com o excesso de romantismo barato, tentando retirar um lado humano quase que a fórceps do personagem, o diretor que também é um dos roteiristas decidiu mostrar também a vida amorosa de Snowden dando uma importancia muito grande as idas e voltas do agente com sua namorada Lindsay Mills(Shailene Woodley). As duas histórias não conversam bem entre si, parecendo que o espectador está vendo dois filmes misturados.

Apesar da atuação brilhante de Rhys Ifans como o recrutador da CIA Corbin O’Brian, o filme peca na falta de cadencia na hora de contar a mesma história sem parecer duas. Vale mais a pena assistir ao excelente documentário Citizenfour de Laura Poitras do que ver um Nicolas Cage tentando se passar por gênio da criptografia.

Revisão Crítica

Snowden

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Maya e os 3 Guerreiros- Confira a crítica da animação Uncharted – Confira o primeiro trailer do filme Duna – Confira a crítica do filme Mês do Horror – Qual filme marcou sua vida? Duna – Confira a crítica do filme Peçanha Contra o Animal – Confira a crítica do filme