Crítica | Teocracia em Vertigem

Veja nossos últimos stories

Após as polêmicas de A Primeira Tentação de Cristo, especial de Natal realizado pelo Porta dos Fundos na Netflix, parece que o canal descobriu a resposta para a questão mais irritante do mundo: “Qual é o limite do humor?”. Com a resposta em mãos, o canal produziu um falso documentário que estreou no Youtube. O especial é honesto, debochado e divertido pra [email protected]#lho. Uma produção imperdível; que ainda pode despertar a ira de alguns desavisados que não entendem que a comédia é um modo de se dizer certas verdades.

Foto: Porta dos Fundos/Divulgação

A obra é uma paródia de Democracia em Vertigem e possui Clarice Falcão como narradora do documentário que busca entender os motivos sociopolíticos por trás da crucificação de Jesus Cristo. O especial acerta em cheio ao fazer um paralelo da atual situação política do nosso país com a vida de Jesus Cristo. Se em obras anteriores o estilo junção de várias esquete não casava com a linguagem do cinema, aqui ela casa perfeitamente com o estilo de falso documentário e faz com que a produção se saía bem sua narrativa. O humor do roteiro de Fábio Porchart é mais reflexivo, debochado e menos escrachado do que o visto no último especial de Natal do Porta dos Fundos. A mudança de estilo nas piadas não faz com que a obra perca graça, mas mostra um amadurecimento que é muito bem vindo. O longa é dinâmico e as situações apresentadas fluem sem muitos atropelos. As situações absurdas pelas quais Cristo passou são hoje, infelizmente, bem tão atuais.

Foto: Porta dos Fundos/Divulgação

O gigantesco elenco tem altos e baixos no quesito atuação. Algumas atuações não soam muito naturais e outras alongam demais a piada desnecessariamente. Os destaques da obra são: Antônio Tabet como Peçanhus, Rafael Portugal como Nicodemus e Leandro Ramos; além da participação de Emicida. No geral o elenco se sai bem. As cenas da obra em geral mostram os atores dando seus depoimentos de situações absurdamente divertidas e chocantes, em especial, ao lembramos que algo parecido vem rolando no país. A edição encaixa brilhantemente algumas imagens com os depoimentos e produz uma narrativa deliciosa de se ver. As roupas impressionam e a fotografia é correta, mas sem muito destaque, com exceção da cena final que possui um jogo de luz interessante.

Teocracia em Vertigem é uma obra inteligente que toca nas feridas da nossa política atual. A produção não é indicada para todos os públicos. Na verdade, nem todo os públicos são indicados para esse vídeo, pois para compreender é preciso: conhecer alguns memes, conhecer a bíblia, ter noções de atualidade e principalmente possuir inteligência. Caso tenha os requisitos citados, assista e se divirta.

Revisão Crítica

NOTA
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]

Deixe sua opinião!

Instagram

AS MAIS LIDAS

Luca – Confira todos os easter eggs da animação! Confira a crítica de Veneza Filmes para ver no Dia Do Cinema Nacional Confira a crítica de Luca Confira a crítica de Paternidade Confira amizades marcantes dos filmes da Pixar