dom, 14 julho 2024

Crítica | You (Você) – 4ª Temporada: parte 1

Publicidade

Estreou na Netflix a quarta temporada de You (Você), série que conta a história do obsessivo e mortalmente charmoso, Joe, um homem que vai ao extremo para entrar na vida de quem o fascina. Por trás de seus modos gentis, há uma fúria assassina e um passado perturbador. A última temporada foi dividida em duas partes, sendo que a primeira delas mostra que o personagem está tentando deixar sua vida de stalker para trás, ao viajar para Londres, mudar de nome e de profissão.

Nas três temporadas anteriores, vemos Joe narrar a história – emitindo sua real opinião sobre os fatos – e o seu instinto de querer ajudar ao próximo, mesmo que isso acabe terminando mal. Em todas elas tínhamos o protagonista buscando, de modo doentio, o amor ideal. A nova temporada tenta regenerar Joe, fazendo ele desistir de perseguir uma nova paixão e colocando o personagem como vítima de um jogo doentio que envolve um grupo, desprezível da elite londrina. A escolha por essa premissa tem seus acertos e erros. Ver o personagem como “caça”, ao invés de “caçador” é algo interessante e apresenta um certo frescor a nova temporada tirando ela do lugar comum e da repetição. Outro aspecto positivo é o jogo de gato e rato entre o serial killer e Joe. O mistério sobre a identidade do vilão e as suas motivações são inicialmente bem desenvolvidas. O problema reside na conclusão desse desenvolvimento. O roteiro da quarta temporada coloca o personagem em um mundo repleto de pessoas desprezíveis, mesquinhas e que beiram ao insuportável por sua características tóxicas. Apresentar personagens com defeitos é uma coisa, mas o novo ano só apresenta personagens que agem de modo que não vão conseguir nunca a empatia do público, restando aos mesmos torcer pelo assassino serial de mulheres que está arrependido. Além disso, as situações criadas para justificar os crimes cometidos por Joe (sim ele está tentando não matar, mas segue fazendo vítimas em prol de ajudar o próximo) são sempre forçadas e o roteiro sempre deixa claro que está facilitando a vida do personagem. Um exemplo disso acontece na cena que se passa numa serralharia abandona, onde o vigia saí por 45 minutos e o Joe consegue invadir o local, cometer um ato hediondo, limpar e fugir sem problema nenhum. Elementos como esse dificultam um pouco a compra da nova trama e das coisas que acontecem nela.

O elenco cumpre bem o seu papel e faz o que é pedido pela direção, construindo personagens detestáveis que são caricaturas de pessoas ruins. Com isso Penn Badgley (A Mentira) acaba sendo o grande destaque da história e carrega a série toda nas costas com seu carisma. Nem a química dele com Charlotte Ritchie (Fantasmas) salva a produção do marasmo, em alguns momentos. O último episódio revela a motivação e quem é o vilão da trama. Mas essa revelação que deveria ser bombástica, acaba acontecendo sem muito impacto por causa das pistas dadas que não ajudam a chegar nessa conclusão. No fim da temporada resta apenas a expectativa de que na segunda parte, com todas as cartas na mesa, o embate entre Joe e o vilão tragam frutos mais interessantes que os apresentados até o momento.

Publicidade

A primeira parte da quarta temporada de You serve como preparativo para um final que promete ser épico! Mesmo com a série flertando perigosamente com a romantização de atos tão perversos do seu protagonista, a última parte da quarta temporada tem todo os elementos para não cair no completo marasmo e encerrar a produção de modo eficiente e digno.

Publicidade

Publicidade

Destaque

Hiccaro Rodrigues
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: [email protected]
Estreou na Netflix a quarta temporada de You (Você), série que conta a história do obsessivo e mortalmente charmoso, Joe, um homem que vai ao extremo para entrar na vida de quem o fascina. Por trás de seus modos gentis, há uma fúria assassina...Crítica | You (Você) - 4ª Temporada: parte 1